Atacante Cafu diz estar realizando sonho em jogar em um clube com a grandeza da Ponte Preta e quer estrear na terça

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/DJota Carvalho

 

Finalmente ele foi apresentado. Após uma demora para a autorização do registro na Ponte Preta, o atacante Cafu já está à disposição do técnico Dado Cavalcanti e quer estrear logo, de preferência já na próxima terça-feira contra o Vila Nova. O jogador – que treina neste sábado com o elenco – se mostrou muito honrado em vestir a camisa alvinegra.

“Para mim é uma felicidade imensa fazendo parte desse elenco aqui. Sempre sonhei em chegar em um clube grande igual à Ponte Preta, a felicidade é enorme. Eu vim do XV de Piracicaba, fiz um bom trabalho lá, e graças à Deus eu cheguei em um time que sempre quis jogar,toda vez que via pela televisão. E hoje estou podendo atuar aqui. Vou tentar fazer o meu trabalho da melhor maneira possível”, diz.

O jogador destaca seu desempenho no Paulistão deste ano e de suas características como fatores que fizeram a diretoria da Macaca investir no seu futebol. “Eu acho que o Paulistão de 2014 eu consegui ser um dos destaques, fazendo gols em times grandes. Atuei bem e fui artilheiro do XV. Lá eu era a peça principal e acabei de destacando pela minha velocidade e marcação. Tenho muita força, arranque para atacar e defender com facilidade. Acho que foi isso que a Ponte viu em mim”, explica o atleta.

Cafu também se mostra respeitoso em relação aos seus concorrentes no ataque pontepretano, mas deixa claro que vai brigar por uma vaga de titular na equipe. “Eu acho que é uma briga boa. Todos técnicos queriam ter um elenco assim, dessa grandeza. Temos o Alexandro, que está passando por um momento espetacular na carreira dele. O Edno em todo jogo está fazendo gol. O Vinícius está procurando seu espaço e eu não vou fugir disso. Respeito eles, mas vou procurar meu espaço aqui no clube”, completa Cafu.

Questionado sobre a origem de seu apelido, o jogador revela que nem mesmo ele sabe. “Uma tia minha me deu o apelido quando eu era pequenininho e ficou, estou levando ele pra minha carreira. Talvez tenha sido por causa do jogador Cafu, que foi campeão com a seleção Brasileira, mas eu não sei. Vou perguntar pra ela e prometo que assim que eu souber eu conto”, diz.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS