Aranha afirma que pensamento da Ponte é de vitória até o final do Brasileirão e acredita em jogo disputado contra o Santos

 

Foto: PontePress/ThiagoToledo

 

A Ponte segue sua preparação para o confronto contra o Santos, no próximo sábado (5), no Majestoso e o goleiro Aranha afirma que a Macaca está aguerrida pela busca dos três pontos. “Tem muito trabalho para ser feito ainda. Tem jogos importantes e cada partida temos que estar sempre mostrando. Não podemos deixar cair em nenhum momento”, diz o goleiro, que mostra confiança no trabalho.

 

“Eu estou feliz, tranquilo, porque em um campeonato tão disputado como esse, que envolve milhões, a Ponte, com sua humildade, determinação e vontade está passando um ano tranquilo. Entrando em novembro só com o pensamento em ganhar e não com preocupações maiores. Daqui para frente só temos coisas boas para buscar”, ressalta Aranha, que reforça o desejo de ver a Macaca ainda melhor posicionada na competição.

 

“Eu espero que o time de uma arrancada e vença todos os jogos que resta. Mas é difícil. O campeonato é muito equilibrado. Equipes que brigavam pelo rebaixamento, hoje brigam pelo G3. Está um campeonato interessante, aberto ainda, apesar do Palmeiras ter uma certa vantagem. Mas acho que a Ponte pode chegar bem na frente. Passar a campanha que tem feito desde o inicio dos pontos corridos. Pensamento só com coisas boas”, afirma.

 

Sobre o jogo contra o Santos, o atleta espera equilíbrio. “Tem tudo para ser um jogo muito disputado. Não tem motivo nenhum para ficarmos retrancado, para o torcedor ir para o campo sofrer e se preocupar, nem fazendo oração para livrar do rebaixamento, como tem muitas equipes que vivem esse momento de preocupação. Nós não. Tanto os torcedores, como nós atletas temos que ir para o campo aproveitar esse momento, que é de tranquilidade. Podemos sim buscar coisas melhores, mas com tudo isso vamos tranquilos para o campo, querendo apresentar um bom futebol”, diz Aranha, que acrescenta. “Lógico que queremos vencer, mas ninguém pode cravar isso antes de jogo. Vamos correr muito, entrar muito determinado e preparados para vencer também”, explica.

 

Já quando o assunto é sua permanência em 2017 na Ponte, o jogador acredita em um final positivo. "Se nós renovarmos eu ficarei muito feliz. Não vim para cá com o pensamento de sair e sim de ficar. Já tive as experiências que acredito que teria que ter tido, conquistei o que era para se conquistado. Aqui me sinto em casa, sou feliz aqui e que isso se confirme”, revela o goleiro, que finaliza.

 

“O prazer de jogar e vestir a camisa da Ponte é sempre o mesmo, independentemente do adversário.Temos que saber da nossa responsabilidade e que na arquibancada ou em casa tem muita criança e torcedores apaixonados que estão ali acompanhando e torcendo. Temos que respeitar esse pessoal”.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS