Após primeira derrota no comando da Ponte, Carpegiani diz que Ponte entrou no jogo do adversário e que foco agora é no Bahia

 

Na noite dessa quarta-feira (10) o treinador Paulo Cesar Carpegiani conheceu a primeira derrota à frente da Ponte Preta. Após perder de 1 a 0 para o Nacional no primeiro confronto da terceira fase da Copa do Brasil, o comandante da Macaca faz uma análise sobre o desempenho do time no jogo. “Nós encontramos dificuldades durante a partida, entramos no jogo do adversário, porque contra uma marcação forte temos que ter velocidade para sair e não tivemos. Tocamos a bola sem profundidade e permitimos que o adversário jogasse no nosso erro”, diz. 
 
Carpegiani acredita que no segundo tempo, com as substituições feitas, o time melhorou e houve oportunidades mais claras de gol. “Não podemos lamentar muito porque não fizemos por merecer o resultado”, diz Carpegiani. O treinador considera, porém, que alguns jogadores aproveitaram a chance que tiveram e que nem tudo foi perdido na partida. 
 
“Antes de o jogo começar eu pensei em usar esse jogo para tirar duas ou três dúvidas que eu tinha até para começar no sábado contra o Bahia. Pude ver que vamos ter que aprimorar um pouco mais, até porque em muitas ocasiões a oportunidade não aparece duas vezes. Temos que pensar que tivemos algumas coisas boas, criamos algumas chances nas quais, infelizmente, perdemos gols que não poderíamos perder. Alguns jogadores, como o Adriano (Adrianinho), por exemplo, fizeram um bom trabalho”, afirma o treinador.
 
Sem muito tempo para lamentações, Carpegiani já destaca que o foco agora tem que estar todo na partida de sábado contra o Bahia. “O jogo mais importante agora é o próximo. O Bahia tem uma equipe bem sólida e muito rápida. Vamos ter muito trabalho em um jogo muito difícil, mas será dentro da nossa casa e temos a ambição e queremos vencer.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS