Após derrota para o Botafogo, Zé Sérgio aponta insegurança e nervosismo como vilões e acredita em reestruturação e melhora na parada

Na opinião do técnico interino,período de paralisação por causa da Copa das Confederações será positivo para que o time evolua

A insegurança e o nervosismo foram os principais fatores para a derrota da Ponte Preta ao Botafogo, na opinião do treinador interino Zé Sérgio, que comandou a equipe na partida de ontem à noite. "Acredito que a equipe estava um pouco insegura dentro de campo. Até por tudo o que aconteceu nesta semana, eu esperava uma situação diferente. O time da Ponte não conseguiu jogar e marcar como devia, o posicionamento não foi aquilo que esperávamos. Chegamos atrasados nas jogadas e a bola parecia pegar fogo no nosso pé. Enquanto isso, o adversário foi superior pela qualidade dele", diz o treinador, que já retorna à titularidade do SUB20 alvinegro – um novo técnico para o profissional deve ser anunciado durante a semana pela diretoria pontepretana.

Para Zé Sérgio, a Ponte até melhorou a performance na segunda etapa, mas não conseguiu criar chance efetivas. "Nosso primeiro tempo foi muito ruim e o Botafogo teve até chances de fazer mais gols. No intervalo tivemos a tentativa de reverter o placar com tranquilidade, melhoramos em campo, mas enquanto o time adversário estava jogando tranquilo nós estávamos com um desespero para fazer as coisas acontecerem sem usar muito a cabeça", lamenta.

Para o treinador, em virtude do resultado de ontem, a paralisação do campeonato em virtude da Copa das Confederações será benéfica. "É preciso tomar uma atitude antes de virar o turno. Felizmente temos essa parada agora, até para os jogadores mentalizarem que o Brasileiro não é Campeonato Paulista. Costumamos falar que se mata um leão por dia, mas no Brasileiro são dois. É o momento certo para parar e não só a diretoria, que tem muito boa intenção, mas os jogadores se conscientizarem que é preciso ter uma certa maturidade para disputar o Campeonato Brasileiro, que é muito difícil."

Por fim, Zé Sérgio manda um recado para o torcedor pontepretano. "Eu acho que tanto os jogadores quanto os torcedores tem que esquecer o que aconteceu nestes últimos jogos. O torcedor da Ponte Preta deve dar essa oportunidade, porque não podemos esquecer as alegrias que esses jogadores deram no Paulistão. Nessa parada a equipe vai ser trabalhada e reestruturada. Tanto torcedor quanto jogadores devem começar vida nova na volta da competição, até para não termos problemas maiores lá para frente", conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS