Macaca treina na manhã desta segunda (20); técnico Eduardo Baptista comenta revés contra Atlético Mineiro

Foto: PhotoPress/TomasCintra

Após a derrota contra o Atlético Mineiro, neste domingo (19), em Belo Horizonte/MG, o técnico Eduardo Baptista avalia o desempenho da Ponte. Para o treinador, a equipe conseguiu atuar como deveria no início da partida, mas depois teve dificuldades, em especial após o primeiro gol do adversário. “O Atlético Mineiro é uma grande equipe. Sabíamos que em algum momento eles iriam encaixar, pois têm jogadores de qualidade. Viemos aqui para tentar marcar e conseguimos em um primeiro momento. Mas tivemos dificuldade de jogar”, diz.

Ele afirma que a Ponte tentou propor o jogo e criou situações em jogadas de fundo, que foram bastante treinadas. “Mas infelizmente não conseguimos. A estratégia da Ponte foi de marcar bem, mas não podíamos dar a bola para o Atlético. Foi essa a nossa intenção, mas não funcionou como queríamos”, afirma Eduardo, que cobra mais atenção nos chutes de longa distância adversário.

“Precisamos ter mais atenção. O que tentamos evitar é o atacante enfrentando o goleiro, entrando na área para finalizar. Temos fechado bem. Mas fora da área temos que ter atenção, ficar mais atento aos rebotes, pois os times no Brasileiro estão muito fechados e buscam trabalhar esse chute de fora da área. Precisamos fechar mais um pouco, para não tomar mais gols assim”, reforça o comandante, acrescentando que não atribui  a derrota a uma falha individual: “Quando ganhamos, todos ganham. Quando perdemos, todos falharam.”

Sobre a próxima partida, contra o lanterna Cruzeiro no Majestoso, Eduardo ressalta o nível elevado das equipes no Campeoanto Brasileiro e que a Ponte tem que estar 100% focada em qualquer partida, seja dentro ou fora de casa.  “Temos que ajustar. Buscar fora de casa ter a mesma postura. No futebol brasileiro atual está tudo igual. Não tem grande ou pequeno, mas sim equipes bem montadas, com jogadores de qualidade e temos que encarar todos. O Brasileiro é muito difícil. Tem que ter concentração, equilibrio, para fazer todos os jogos em alto nível. São partidas em sequência e é dificil manter o alto nível em todos. Temos trabalhado para ter esse equilibrio, para nos manter nessa parte da tabela em que estamos.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS