Após a vitória contra o Novorizontino. Kleina mira o São Bernardo: “Focar, repetir e evoluir”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

 

Com dois gols de Lucca e uma boa atuação de todo o elenco, a primeira vitória da Ponte Preta no Paulistão agradou o técnico  Gilson Kleina. “Foi nosso terceiro jogo nosso no campeonato e todos puderam ter um avanço, um crescimento, a equipe toda teve uma noite consistente.  Dá pra ver que ainda temos a acrescentar na parte física, coisas a corrigir e a evoluir, mas é muito importante fazer isso com vitória, pois aí floresce a confiança da equipe. Agora é focar no jogo do São Bernardo, descansar o que for possível para poder repetir uma boa performance e evoluir”, pontua o treinador.

Com o último jogo de ontem da terceira rodada, o grupo D ficou ainda mais embolado, com Santos, Santo André e Ponte Preta todos atingindo os quatro pontos – o Red Bull Bragantino, que tem três, ainda joga hoje à noite para dar números finais à tabela nesta etapa. Assim, vencer a segunda partida seguida pode fazer com que a Macaca se descole um pouco dos demais.

Neste sentido, GK destaca que pretende repetir a escalação vitoriosa de ontem na manhã de sábado.  “Estamos trabalhando com jogadores que tem nossa confiança em todas as posições, mas o ideal é repetir os titulares ou mexer o menos possível para ter mais entrosamento e uma equipe equilibrada. Isso, claro, depende das condições dos atletas: vamos respeitar a avaliação dos nossos profissionais, a parte física, para montar uma equipe com saúde e que faça um bom jogo coletivo, com ideias, e que possa variar de um plano A para um plano B”, destaca o treinador.

Ele completa: “Nosso desafio é manter e ter o entrosamento, mas isso depende realmente das condições dos atletas. O Matheus Jesus fez um ótimo jogo e um percentual até maior do que nós pensávamos, temos que rever as condições dele e do Pedro Jr, o Lucca acho que não tem problemas. Aliás, em relação ao Pedro surpreendeu ele aguentar os 90 minutos retornando de Covid e a gente fica muito feliz não só pelo grande jogo, mas pelas duas assistências – já que primeiro ele driblou o goleiro e serviu o Lucca e depois sofreu o pênalti. Teve função importante, jogador que segura a bola, de movimentação, de confronto, de transição. Ganhamos um grande jogador e que a gente possa continuar fazendo esse tipo de construção de jogada.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS