Para Alemão, time está pronto para estrear no Paulistão: atacante se diz motivado para se tornar o artilheiro da Ponte em 2014

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

A Ponte Preta faz sua estreia no Campeonato Paulista nesta quarta-feira (22), diante do Botafogo-SP, às 19h30 – a partida foi transferida pela FPF de Ribeirão Preto para Araras e o time oponente ainda tenta reverter esta situação para atuar em casa. O atacante Alemão acredita que a Macaca está preparada para esse primeiro confronto.

“Como a partida com o Ituano foi transferida, tivemos mais tempo para nos preparar. O professor fez os trabalhos que tinham que ter sido feitos. A equipe está pronta para encarar esse primeiro obstáculo. E é ter cabeça no lugar, trabalhar, que vamos chegar longe”, afirma Alemão, que salienta o quanto a equipe treinou durante esse tempo sem jogos.

“Mesmo com o adiamento não tivemos folga, muito pelo contrário. Treinamos no sábado de manhã e aí ficamos sabendo que não íamos ter o jogo. Mas mesmo assim o professor Sidney não deu mole para nós. Teve treino no domingo. Mas é assim que tem que ser. Com esse pensamento, pois é com trabalho que vamos chegar longe”, diz o atacante.

Após a saída de Éverton Santos para o Figueirense, Alemão perdeu um concorrente na posição, mas ganhou mais responsabilidade. E é esse voto de confiança do comandante alvinegro que faz com que o atleta se motive ainda mais nesse início de ano.

“É muito bom ter a confiança do Sidney. Não só dele como da comissão e dos meus companheiros. Me sinto muito motivado. Vou procurar ao máximo demonstrar meu valor para todos aqui da Ponte Preta, que é o que sempre quis aqui dentro”, ressalta o jogador, que tem a intenção de repetir o bom desempenho de William na temporada passada – o então camisa 9 anotou 29 gols para a Macaca.

“O atacante sempre deseja fazer gols. A marca que o William fez em 2013 foi muito boa e todo atacante sonha com isso. Ele está de parabéns. Nós da equipe também, porque contribuímos para que ele pudesse ter feito todos esses gols. E a meta do atacante é fazer sempre o máximo de gols para ajudar a equipe”, diz Alemão, que completa dizendo que o comportamento do time tem que ser o mesmo jogando em Campinas ou não.

“Dentro ou fora de casa nosso time tem que ser o mesmo. Não podemos pensar que vai ser mais complicado porque vamos jogar fora. O pensamento tem que ser igual. É trabalhar e focar o máximo para lutar lá de igual para igual e trazer os três pontos que é o mais importante”.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS