Adidas se desculpa por erro de preço em shoppings e Ponte lamenta acontecimentos e destaca a torcedor que não gostou de venda no escuro que ele pode ter dinheiro de volta

A Ponte Preta recebeu nesta manhã carta da adidas na qual a marca se desculpa e explica a confusão de preços ocorrida ontem em lojas de shoppings em Campinas (por um período de horas as peças que custam R$ 199,90 foram vendidas a R$ 89,90).  Além da carta, a Ponte Preta, após contato com a adidas, foi informada que a camisa Ponte adidas é a mesma que o atleta usa em campo (player ou authentic,os nomes são sinônimos) e que ela é da linha inspired – retirada do mercado em 2012 e recolhida pela empresa – após ter passado por beneficiamento feito na adidas e que consta nos catálogos da multinacional alemã como um produto novo. “Mais ainda, independentemente de valores que eram praticados em qualquer camisa antiga comercializada, o valor da camisa Ponte adidas, um produto de alta qualidade, é e permanece sendo R$ 199,90”, diz Eduardo Lacerda, diretor de Marketing alvinegro.

A Ponte Preta gostaria de avisar a seus torcedores que aqueles que se mostraram insatisfeitos com a política de venda no escuro podem se beneficiar da devolução em um prazo de até sete dias a partir do recebimento, com o produto lacrado no pacote, sem uso e com etiqueta, conforme rege o código do consumidor, bastando para isso entrar em contato com a Pontestore (pelo email [email protected]). O valor de compra é devolvido na íntegra.

“Nos reunimos ontem e hoje pela manhã com nossa diretoria e em comunicação com a adidas, e acreditamos que o problema agora está resolvido. E estamos pensando ainda em um benefício especial para os torcedores que compraram no escuro, em produtos futuros. Deixamos claro que nosso foco principal é sempre o torcedor e que estamos muito felizes em oferecer a ele a camisa Ponte adidas e todo o restante do enxoval que em breve estará à disposição do pontepretano. Por fim, ressaltamos mais uma vez que quem não ficou satisfeito com a venda no escuro poderá ter o valor pago recebido de volta, na íntegra”, diz Giovanni Dimarzio, vice-presidente pontepretano.

Confira abaixo a carta na íntegra da adidas:

“Como conversamos ontem, tivemos um problema pontual em duas lojas da rede de lojas adidas praticando um preço abaixo do valor real do produto que seria R$ 199,90. O problema foi causado por uma falha de comunicação entre 2 sistemas diferentes que abastecem e atualizam os preços para nossas lojas.

Assim que o problema foi detectado (por volta das 17h) todas as ações foram tomadas entre diversos departamentos da adidas e uma operação de emergência foi montado. Além da coordenação de retirada de produto das 2 lojas (D.Pedro e Galeria) que estavam vendendo o produto, tomamos o cuidado de ter uma pessoa da adidas indo às 3 lojas para garantir a não comercialização e exposição do produto com o preço errado. Conscientizamos os gerentes a não vender o produto por conta dos problemas políticos que poderiam voltar a ocorrer.

Todo esse processo foi concluído em apenas 2h. O produto ficou pouco tempo exposto, as vendas pequenas, mas o suficiente para gerar um desconforto entre membros da atual diretoria. O que é completamente aceitável e justificável As camisas voltarão a ser expostas amanhã (sábado) já com o preço correto (BRL 199,90) e esperamos não termos mais nenhum tipo de problemas com esse tema. Vejam as fotos anexas com o preço corrigido já as 19h, ou seja, em duas horas solucionamos tudo. É claro que não é o ideal, mas devido ao cenário, acredito que fomos bem sucedidos para estancar o problema. As camisas em nosso ecommerce ainda não tem data para subir, mas já está alinhado o preço regular.

 Gostaria de deixar uma mensagem em que a adidas reforça os seus compromissos com seus parceiros sendo transparentes e implementando processos que podem ser melhorados para evitar esse tipo de situação no futuro. Por isso temos a mais longa parceria do futebol Brasileiro com o Fluminense desde a década de 90,  um contrato de 10 anos com o Flamengo e já estamos desde 2006 com o Palmeiras.

Problemas no futebol ocorrem todos os dias e o diferencial da nossa parte é que tratamos os parceiros com o comprometimento e a responsabilidade da transparência para resolve-lo da forma mais rápida e prioritária possível. Tomamos todo o cuidado de deixar a loja oficial da Ponte Preta vender os produtos de forma exclusiva para que a mesma atenda à demanda da torcida da macaca. Somente depois de uma semana a camisa chegou às lojas adidas (hoje) e pegou todos de surpresa.

Por fim, pedimos desculpas e temos certeza que isso não abala a parceria e a confiança de ambos os lados no sucesso do projeto, pois sabemos que teremos altos e baixos nesses dois anos. Vamos em frente e que a Ponte passe por cima dos adversários nesse Campeonato Paulista 2015.

 Atenciosamente,

Luiz Gaspar

Head of Football – adidas do Brasil”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS