Com gol do jovem Ademir, Ponte vence o Audax por 1 a 0 no primeiro jogo do ano no Majestoso

Crédito obrigatório ara reprodução da foto:
PontePress/ThiagoToledo

A Ponte Preta fez a lição de casa e venceu a primeira partida do ano realizada no Majestoso, com gol do jovem Ademir, que neste ano subiu da base para o profissional – o passe foi dado por Rossi. Outro destaque da noite foi o lateral esquerdo Magal, que estreou com bela atuação, enquanto Adrianinho e Bruno Silva, que eram dúvida, entraram em campo normalmente entre os titulares.

“Foi um jogo de entrega, elaboramos uma estratégia para atrair o adversário e deu certo, ficamos felizes com a vitória”, disse o técnico Sidney Moraes. O próximo compromisso da Macaca está marcado para as 21 horas da próxima quarta, contra o XV de Piracicaba.

O jogo

A partida começou com a Ponte bem postada em campo e com a marcação homem-a-homem dificultando o propalado esquema de rotatividade do Audax. Logo aos cinco, boa chance da Ponte na qual Silvinho queixou-se de ser puxado pela defesa adversária. O juiz não deu nada e Alemão ficou com a sobra, mas não consegui concluir.

Aos 9, Didi chutou forte no gol alvinegro, mas Roberto fez boa defesa. Três minutos depois, Gabriel recebeu falta que interrompeu o contra-ataque, mas o juiz não deu amarelo. Na sequencia, Adrianinho cruzou dentro da área e Alemão quase conseguiu marcar. Aos 17, bom ataque com Ferrugem, mas o árbitro marcou falta anterior de Adrianinho e parou o lance.

 Aos 19, bela jogada da Macaca pela esquerda: em triangulação que envolveu Silvinho e Alemão, o estreante Magal fez belo lançamento e Adrianinho, por muito pouco, não alcançou a bola no que seria um chute indefensável para Felipe Alves. Aos 26, o Audax parou contra-ataque de Adrianinho com falta.

Aos 33, Magal fez mais um belo lance pela esquerda, cruzou a bola, mas o goleiro do Audax se antecipou e segurou a bola antes que ela chegasse a Alemão. A partida ficou bastante truncada, com a Ponte marcando forte e impedindo o Audax de chegar, mas ao mesmo tempo não conseguindo concluir.

Aos 36, Velica cobrou falta perigosa, do bico da área, mas a bola bateu na barreira e foi para escanteio. Aos 42, novo bom cruzamento de Magal e César por pouco não colocou pra dentro do gol. No finzinho do primeiro tempo, nova falta próxima a grande área para o Audax, mas Rafinha cobrou para fora. Na sequência o juiz apitou o fim da primeira etapa, 0 a 0.

No segundo tempo, a Ponte começou indo pra cima e Adrianinho foi parado com falta. Na sequencia do jogo, a Macaca foi pra cima e sufocou o Audax, adiantando a marcação na saída de bola. Aos dois, Adrianinho tentou cruzar e reclamou que bola teria tocado na mão do jogador do Audax, mas o juiz mandou seguir o lance. Na sequência, Silvinho armou bom contra-ataque, mas não viu Alemão livre e acabou tocando pra Ferrugem, que estava marcado e acabou sendo desarmado.

Aos 4, o Audax veio para cima e Sacoman espantou o perigo já próximo ao gol de Roberto. Aos 8, Velica chutou e Ferrugem tirou em cima da linha, evitando o gol adversário. Na sequência, em novo lance iniciado por Magal, falta perigosa para a Ponte. Silvinho bateu com força e a zaga do Audax mandou para o escanteio. Adrianinho cobrou e mais uma vez o time adversário colocou para a linha de fundo. Adrianinho, em nova cobrança, colocou na área, mas ninguém conseguiu arrematar. Na sequência, lançamento forte para Alemão, que não conseguiu chegar na bola. O técnico Sidney Moraes fez então a primeira alteração no time, trocando Alemão por Ademir. O treinador do Audax também tirou Tche Tche e colocou Marquinhos.

Aos 19, Ademir subiu com velocidade e passou para Ferrugem, que mandou uma bomba por cima do gol de Felipe Alves. Na sequência, Velica levou perigo à defesa alvinegra, mas Magal desarmou a jogada. Aos 23, Ademir tirou bola do adversário e cruzou para Adrianinho. Aos 28, Silvinho foi substituído por Rossi.

Aos 32, a Ponte encaixou um contra-ataque rápido, Rossi enfiou a bola para Ademir balançar as redes para a Macaca: Ponte Preta  1 x 0 Audax. Aos 33, Adrianinho deu lugar a Matheus Olavo. Minutos depois, sem que a arbitragem visse, Nenê Bonilha agrediu fora do lance o atacante Rossi, que chegou a ficar caído no chão. Mal levantou e Rossi foi com tudo para cima do adversário e cruzou rasteiro com perfeição, mas Ademir não conseguiu concluir.

Os jogadores do Audax começaram a ficar nervosos e a tentar de tudo para empatar. Caion se jogou na área e tomou amarelo. A tensão tomou conta do jogo e houve discussão e empurra-empurra no campo. Mas a Macaca soube segurar o adversário nos minutos finais e, aos 48, o árbitro soprou o apito final e a Ponte conquistou a primeira vitória de 2014.

Ponte Preta: Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman, Gabriel e Magal; Alef, Bruno Silva, Alemão (Ademir), Adrianinho (Matheus Olavo) e Silvinho (Rossi).

Audax: Felipe Alves; André Castro, Francis, Didi (Matheus) e Camacho; Velica, Nadson (Denilson), Rafinha
Nenê Bonilha; Tchê Tchê (Marquinhos) e Caion

Amarelos: Gabriel e Ferrugem (Ponte). Caion (Audax)

Renda: R$ 19.953,00

Público: 2.263 pagantes
 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS