Nota de esclarecimento sobre incidente envolvendo gandula

A Associação Atlética Ponte Preta informa que todos os gandulas que trabalham no Majestoso são de uma empresa terceirizada profissional – e devidamente registrados junto à arbitragem, assim como ocorre com os maqueiros, seguindo regra da Confederação Brasileira de Futebol. (CBF). Na partida da noite de terça, no momento em que o gandula começou a discutir com o treinador da equipe do Vila Nova,  já havia um coordenador da Ponte Preta ordenando a ele que parasse de discutir e se retirasse do local, instrução que não foi obedecida.

Tanto imediatamente após o ocorrido quanto depois da partida o gandula foi duramente repreendido. A Ponte Preta irá agora esperar para ver quais serão as consequências do ato – e de um possível julgamento – para então tomar novas medidas necessárias em relação ao profissional e até à empresa caso isso se mostre necessário.

A AAPP reforça que achou lamentável a atitude, independentemente de ter sido provocada ou não , e em hipótese alguma concorda com ela. Pelo contrário, a repudia veementemente.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS