A verdade sobre os direitos econômicos de Ivan: leia nota e assista o vídeo com advogada da Ponte

Nos últimos dias, apesar de as eleições da Associação Atlética Ponte Preta já terem se encerrado e os resultados estarem consolidados, uma onda de fakenews e notícias sensacionalistas com caráter político têm invadido a Internet. A Ponte Preta lamenta e repudia tal fato, e esclarece que:

  1. Em relação a mensagens sobre supostas ações movidas contra a instituição que estão circulando via whatsapp, vale lembrar que é um direito de qualquer pessoa mover ação contra qualquer outra e que cabe a Justiça ouvir os lados e concluir – em suas várias instâncias – qual parte tem ou não razão. Assim sendo, a Ponte só se manifesta sobre ações (que são públicas e podem ser confirmadas via Internet) após trânsito em julgado;

 

  1. Cabe, contudo, esclarecimento em relação à Execução Provisória levada ao ar pelo site Futebol Interior, fruto de processo movido pelo ex-zagueiro Rodrigo, relacionado aos fatos ocorridos na expulsão dele contra o Vitória em partida de 2017. Em primeiro lugar, o documento é decisão de setembro de 2020 que foi reformada em outubro, conforme anunciou a própria Ponte Preta em seu site (https://pontepreta.com.br/20201215cr/), reduzindo o bloqueio de cotas da CBF a 5%;

 

  1. Ademais, o bloqueio sobre percentagem de futura venda de Ivan – uma decisão à qual cabe recurso – confirma justamente que a Ponte é dona de 100% dos direitos econômicos do atleta como vem afirmando. Ora, se não fosse a dona, como poderia ter parte do valor total bloqueado em eventual venda/futura transferência feita por ela?

 

  1. Por fim, há outras duas importantes informações omitidas pela “matéria” do site: a Ponte já tem créditos depositados nesse processo, em decorrência da penhora de 5% da cota, o que já reduziu esse montante de R$ 2,9 milhões durante esse mais de um ano passado desde a decisão. E mesmo o valor de R$ 2,9 milhões em si é questionado pela Ponte e não é definitivo, pois se trata de Execução Provisória.

Confira abaixo o vídeo com a advogada pontepretana Talita Garcez, que complementa as informações sobre os Direitos Econômicos de Ivan:

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS