A hora é agora: Ponte enfrenta o Vitória neste domingo, no Majestoso, em jogo crucial para deixar a zona de rebaixamento

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

A Ponte Preta entra em campo às 17 horas deste domingo (10) no Majestoso, contando com a força da torcida, para enfrentar o Vitória em um jogo crucial para as pretensões de se manter na série A do Campeonato Brasileiro. A conquista de três pontos pode levar a Macaca a deixar a zona de rebaixamento já nesta rodada. O técnico Jorginho prevê um jogo difícil, mas acredita na equipe, que vem motivada pela conquista da vaga nas semifinais da Total Sul Americana na noite de quinta.

“Estamos motivados, sim, mas já festejamos e agora só pensamos mesmo no Brasileiro, que é o nosso maior objetivo do ano. O Vitória é muito bem treinado, vem ganhando jogos importantes e ainda busca entrar no G4. Vai ser um bom jogo, com os dois times buscando o ataque”, acredita.

O atacante Wiliam, o zagueiro Ferron e o volante Fellipe Bastos estão liberados pelo Departamento Médico para retornarem à equipe, mas o treinador ainda não confirma quem serão os titulares. Adrianinho, por exemplo, deve retornar à titularidade após ter iniciado a partida contra o Vélez no banco, mas a boa atuação de Elias ao lado de Rildo, na Argentina, com certeza trouxe uma dor de cabeça saudável ao comandante alvinegro.

De certo, porém, Jorginho conta com um importante reforço: as arquibancadas do Moisés Lucarelli. “A torcida tem sido o ponto alto nos nossos jogos, agradecemos a presença deles e o incentivo que nos dão, com certeza ela é o nosso 12º jogador. E tenho certeza que mais uma vez ela vai nos dar sua força para que possamos fazer uma boa partida”, afirma. Os ingressos para o jogo – a R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia) – serão vendidos hoje nas bilheterias do Majestoso até o final do primeiro tempo.

Dos lados do Vitória, o elenco adversário quer três pontos para seguir na luta por vaga na Libertadores. O volante Luis Cáceres, porém,conta que viu o jogo da Macaca em Buenos Aires e prega respeito ao time alvinegro. “A Ponte tem um time que joga bem. Acho que aqui no campeonato inteiro não tem nenhum time ruim, todas as equipes jogam em um nível muito alto. Precisamos pensar só em fazer o nosso jogo, tentar jogar bola e fazer gol”, diz o marcador paraguaio, que deve formar o meio de campo de Ney Franco com Marcelo, Damián Escudero e o ex-meia alvinegro Renato Cajá.

 

O torcedor que não estiver em Campinas ou se encontrar impossibilitado de ir ao estádio pode acompanhar a partida pelas rádios esportivas de Campinas – FM 99,1 ou AM 870, 1170 e 1270. Após o jogo, você confere a cobertura completa aqui no site.

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS