Foto:PontePress/DiegoAlmeida

A Ponte Preta fez nesta segunda-feira (23) o último treinamento ates de enfrentar a Chapecoense, na noite de terça no Majestoso. O técnico Hélio dos Anjos trabalhou a equipe pensando em intensidade e criação de jogadas contra o adversário, que tem a melhor defesa da competição.

“Temos nossa característica de jogo, que vamos manter. Nosso adversário tem a favor ótimos números fora, duas vitórias e dois empates, sem tomar gol como visitante. Então nós temos que criar ações que nos façam ter poder ofensivo, como tivemos contra o Bahia na última rodada. Não vim para a Ponte Preta com o pensamento de só nos manter na série B e sim de disputar a competição, lutar pelo acesso, e é isso que vamos fazer”, diz.

O treinador reitera que, apesar de ter perdido o último jogo, a postura do time foi muito boa e é isso que quer ver em campo nesta terça. “Mesmo fora de casa, contra o Bahia controlamos a maior parte do tempo, em um campo rápido. Nosso comportamento tático, técnico e físico foi excepcional. Tomamos gols por pequenos erros, mas o retrato do jogo em termos de intensidade foi bom, neste sentido sai do campo orgulhoso do que o grupo apresentou na partida”, relembra.

Para esta rodada, o treinador terá a volta de Amaral e Wallisson, que cumpriram suspensão – já o volante Ramon e o atacante Danilo Gomes ficam de fora, por ter recebido o terceiro amarelo. Por outro lado, Hélio poderá ter a volta de alguns dos atletas que estavam no DM.

“É um prejuízo de não ter alguns jogadores à mão, mas cartão amarelo é um fato normal em jogo. Teremos que mexer nos 11 que começam, mas faz parte do contexto ter escalação diferente de um jogo para outro, temos que estar preparados pra esse tipo de adversidade. , Dos atletas que tiveram problemas de ordem clínica, acredito que pelo menos três estarão à minha disposição e, se isso se confirmar, poderão iniciar a partida. Com isso, o meio campo vai passar por algumas situações que podem ser inéditas desde que assumi o comando”, conclui, mantendo o mistério sobre a escalação.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS