Jogo entre Ponte e Vitória termina sem gols; Macaca se mantém na 15ª posição e já foca no Goiás

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

 

Em um jogo em que alternou momentos de uma partida truncada com chances que terminaram na mão do goleiro adversário (destaque para uma bola espalmada em cabeceada venenosa de Rodrigão no final do segundo tempo), a Ponte Preta ficou no empate sem gols com o Vitória na tarde deste sábado (30). Com o resultado, a Macaca manteve o adversário no Z4 e permanecerá na 15ª posição nesta rodada, independentemente do resultado entre Confiança e Londrina na sequência. A equipe do técnico Gilson Kleina volta a campo já na noite de terça-feira (2), às 21h30, contra o Goiás na casa do adversário.

O jogo

O adversário começou o jogo concentrado no campo de defesa e a Macaca buscava espaços em espaço congestionado. Aos 4, Rafael Santos cruzou na esquerda e o goleiro se antecipou. Na sequência, pela direita, Richard buscou Moisés na área e a defesa tirou. Aos oito, Richard desceuem velocidade, mas foi bloqueado pela zaga.

Aos 12, quase sal o gol em cabeceada mortal de Moisés, após levantamento de Yago Henrique, mas o goleiro oponente fez uma defesa dificílima e mandou para escanteio. O jgo seguia truncado e aos 35, o Vitória fez um lance perigoso, que acabou com grande defesa de Ivan.

Aos 32, Moisés fez tabelinha com Matheus Anjos, que devolveu para o camisa 21 chutar, mas a zaga tirou.  Aos 40, Moisés passou para Richard, que mandou para área, mas a defesa do Vitória afastou.  Aos 44, Ivan fez mais uma bela defesa à queima-roupa, em lance perigoso do adversário.

Aos 47, Marcos Junior acreditou na bola e foi até a linha de fundo para cruzar para trás. A bola ia na direção de Rodrigão, mas a defesa adversária esticou a perna e cortou o lance.  No minuto seguinte o juiz apitou o final da etapa inicial, sem que ninguém mexesse no placar.

A Ponte começou o segundo tempo indo para cima com Richard, que foi parado com falta. Aos seis, quase saiu o gol alvinegro, Rafael Santos recebeu em profundidade de Moisés e chegou batendo. A bola desviou na zaga e o goleiro espalmou para fora em cima., impedindo que a Macaca abrisse o placar. Aos oito, Yago Henrique foi pardo com falta perto da área. Moisés cobrou, mas ela saiu forte demais.

Aos dez, Kevin cruzou a bola e a defesa do Vitória afastou. Yago Henrique cabeceou a sobra, mas ela saiu em linha de fundo. Cinco minutos depois, Ivan fez boa defesa em ataque do oponente. Aos 17, contra-ataque rápido da Macaca, com Rayan lançando para Richard sair em velocidade e cruzando bola para Rodrigão na área, mas a defesa cortou.

Aos 20, Iago invadiu a área e ficou no chão após disputa com a zaga, mas o juiz entendeu que não foi nada e deu cartão amarelo ao pontepretano.  Aos 30, Rafael Santos mandou para Rodrigão desviar, mas bola bateu na defesa e saiu em escanteio.  Aos 38, Lucas Candido deu ótimo chute para o gol adversário, que passou pertinho do ângulo, mas saiu em linha de fundo.

Aos 42, Rafael Santos fez belo cruzamento e Rodrigão cabeceou à queima-roupa, mas o goleiro adversário fez boa defesa e evitou o gol. Aos 47, Iago foi ao ataque e ganhou escanteio.  Poco depois, aos 48, Lucas Candido fez bom cruzamento na área, mas Ednei não conseguiu alcançar de cabeça.

Ficha do jogo

Ponte Preta:  Ivan;  Kevin, Fábio Sanches, Rayan (Ednei) e Rafael Santos; Marcos Júnior (Lucas Cândido), Yago H:enrique (André Luiz) e Matheus Anjos (Fessin); Richard (Iago). Rodrigão e Moisés. Técnico: Gilson Kleina.

Vitória: Lucas Arcanjo; Raul Prata, Wallace Reis, Thalisson Kelven e Roberto (Soares) ; João Pedro, Eduardo (Fernando Neto) e Bruno Oliveira (Renan Luís); Fabinho, David e Marcinho (Caíque Souza). Técnico: Wagner Lopes

Arbitragem: Denis da Silva Ribeiro Serafim  apitou, com os assistentes Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Brigida Cirilo Ferreira. O quarto árbitro foi Flávio Roberto Mineiro Ribeiro e o árbitro de vídeo, Pathrice Wallace Corrêa Maia.

Cartões: Yago Henrique, Moisés, Marcos Jr, Iago  (Ponte), João Pedro, Roberto, Fernando Neto, Marcinho   (Vitória)

Público total : 3.396

Renda: R$ 46.910,00

Não-pagantes: 75

Jogo válido pela 32ª rodada da série B do Brasileirão, disputado no Majestoso

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS