Aqui tem muralha: com pouco mais de 150 jogos como titular, Ivan não tomou nenhum gol em mais de um terço deles (e a Ponte ainda pontuou em metade daqueles em que o camisa 1 foi vazado!)

Foto: PontePress/DiegoAlmeida 

Tomar gols faz parte da vida de um goleiro. Mas, com a força dos ataques das equipes de hoje em dia, sair de uma partida sem ser vazado uma única vez, independentemente do placar final,  é um feito digno de nota. E, neste caso, os números comprovam que o goleiro Ivan é mesmo uma muralha: nos pouco mais de 150 jogos que disputou com a camisa 1 alvinegra – aí contados partidas de Campeonatos Paulista, séries A e B do Brasileiro e Copa do Brasil – Ivan saiu sem tomar nenhum gol em 60 deles.  É isso mesmo: contada a partida de ontem, o arqueiro pontepretano soma seis dezenas jogos em que evitou que as redes balançassem dos lados da Macaca.

“É muito gratificante. Como goleiro, a gente trabalha para não sofrer gols. Claro que a gente prioriza sempre a vitória em qualquer jogo, mas quando a gente sai do jogo sem tomar nenhum, é ainda mais satisfatório”, diz o capitão pontepretano. Obviamente, os jogos em que não foi vazado terminaram em vitórias ou empates da Macaca, porém é importante destacar que naqueles em que Ivan tomou gol isso não significa derrotas: em cerca de 50% das partidas em que Ivan tomou gol, ainda assim a Ponte venceu ou empatou. Ou seja, com Ivan na meta, a Macaca só foi superada em 33% das partidas que disputou.

Ivan faz questão de dizer que o mérito de manter as redes da Macaca intactas em 60 partidas tem de ser compartilhado com os demais atletas, já que quando isso ocorre a razão é não só boas defesas do arqueiro, mas também uma boa performance do sistema defensivo. “Agradeço a todos os que passaram na Ponte neste período, que contribuíram muito para este resultado. A gente sempre prioriza a vitória, mas fico feliz com essa marca tão expressiva de passar por 60 jogos sem tomar nenhum gol”, afirma.

Se tudo correr bem, Ivan quer aumentar a marca para 61 nesta noite de quarta-feira, quando o time comandado pelo técnico Gilson Kleina irá enfrentar o CSA, longe de casa. A equipe treina na manhã desta terça-feira e na sequência já viaja para Maceió, onde enfrentará o adversário.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS