Luto: Geisa Oliveira, ex-pivô da Seleção Brasileira e atleta do Basquete Feminino da Macaca

É com grande pesar que a Ponte Preta lamenta o falecimento da ex-jogadora de basquete Geisa Oliveira, tetracampeã brasileira e com passagens pela seleção, bem como atleta de base do basquete feminino da Ponte Preta nos anos de 1990.  “Além de ter jogado pela Ponte, a Geisa, que atuava como representante da Liga de Basquete Feminino nos últimos anos e morava aqui em Campinas, desenvolvia um belíssimo trabalho social na periferia da cidade. É uma tristeza muito grande e nos solidarizamos com a família e amigos”, diz Sebastião Arcanjo, presidente da Ponte Preta,

A ex-pivô morreu nesta sexta-feira (17), vítima de uma parada cardiorrespiratória. Ela tinha apenas 42 anos e estava grávida, de três meses, do primeiro filho. Geisa morava com o marido em Campinas, onde foi velada e enterrada.

“Trabalhei com ela como jogadora em Americana e como representante na LBF. É uma pessoa do bem que nos deixa e vai fazer muita falta. Meus sentimentos à família”, diz Ricardo Molina, presidente da LBF.

Natural de São Paulo, Geisa nasceu em 1979 e começou a carreira no basquete aos 12 anos, no Clube de Regatas Tietê. De lá veio para Campinas, onde fez a base pela Ponte Preta e Microcamp. Em 1997, aos 18 anos, integrou o elenco do Americana, onde foi campeã nacional pela primeira vez. Conquistou o título de novo em 2001 (pelo Vasco), 2003 (novamente pelo Americana)  e em 2006 (pelo Ourinhos).

Com 1m89 de altura, a atleta também vestiu a camisa da seleção brasileira e ainda atuou no basquete europeu, com passagens por Espanha, Itália e Hungria.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS