Richard e Fessin falam sobre o trabalho em conjunto que levou ao primeiro gol na vitória contra o Sampaio e as expectativas para o jogo do Cruzeiro

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Os números do primeiro tempo da Ponte contra o Sampaio revelam a superioridade da equipe alvinegra, que finalizou dez vezes enquanto o adversário não chutou uma vez sequer. E foi no último arremate da primeira etapa que a Macaca abriu o placar, após assistência de Richard para gol de Fessin.

“Em um primeiro momento eu pensei em chutar ao gol, só que o Fessin foi esperto e deixou a bola para mim, para eu poder dar o passe pra ele fazer”, brinca Richard, que acrescenta: “Graças à Deus deu certo e pudermos comemorar esse gol, que deu o começo da vitória para nós.”

Fessin, por sua vez, “assume” que armou a situação da jogada na cabeça para poder marcar mais um gol. “Na hora que o Marcos Jr. tocou, eu deixei passar pra ele, porque eu sabia que ele ia ter que tocar pra mim aquela bola”, diz o atleta, entre risos.

“Foi uma vitória importante, com assistência do meu parceiro. Meu parceiro de alojamento na concentração, inclusive. Ele falou pra mim depois do jogo que não iria tocar aquela bola, mas felizmente ele tocou”, completa o meia, que fez seu quarto gol pela Ponte nessa Série B.

Brincadeira à parte, Richard também mostra muita alegria com a própria assistência e o gol do amigo. “Ficamos muito felizes com essa vitória. Três pontos importantes para o decorrer do campeonato, para conseguirmos nossos objetivos. Fiquei muito feliz com a assistência e é continuar nessa pegada, porque temos um jogo importante no fim de semana contra o Cruzeiro”, diz Richard.

O atacante completa: “Será um jogo muito difícil, mas temos total capacidade de fazer um bom resultado. É continuar nesse ritmo, que vai sair a primeira vitória fora de casa.” Fessin compartilha da opinião do colega. “Uma vitória importante e vamos trabalhar bastante para conquistar um grande resultado em Minas Gerais”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS