Kleina enfatiza: “Jogo contra o Sampaio será difícil e temos que ter sabedoria para voltar a vencer”

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

A Ponte Preta retornou nesta segunda-feira (30) do Rio de Janeiro, onde enfrentou o Vasco da Gama, e volta aos treinamentos amanhã, de olho no confronto contra o Sampaio Corrêa na noite de sexta-feira. Mais uma vez jogando em seus domínios, a equipe alvinegra quer manter o bom aproveitamento e emendar a quinta vitória seguida em casa, em um desafio que não será fácil.

“O Sampaio vem fazendo um bom campeonato, aliás é uma equipe que vem fazendo boas participações na série B nos últimos anos, vai exigir muito da gente.  Então é preciso sabedoria para voltarmos a vencer. Durante os próximos dias vamos corrigir e ajustar, para que possamos nos reabilitar já dentro dos nossos domínios e voltar a fazer vitórias importantes para as nossas pretensões”, afirma o técnico Gilson Kleina.

Sobre o confronto no Rio, Kleina afirma que a Ponte perdeu nos detalhes.  “Tivemos coragem, ambição, controlamos boa parte do jogo, mas não conseguimos fazer o gol e é isso que temos que aprender: temos que ter a mentalidade de finalizar e matar o jogo quando estivermos bem. Normalmente fora de casa a gente não teria tantas chances contra o Vasco e nós tivemos. Então fora de casa temos que ter foco, marcar e ter as linhas controladas para quando tiver chance colocar pra dentro”, afirma.

Kleina fala mais sobre o confronto. “Tínhamos que igualar o jogo na vontade e começamos bem , criamos as primeiras chances de gol.  Poderíamos ter saído na frente, para colocar pressão e desequilibrar, mas o primeiro gol deles ocorreu porque erramos o passe e a bola entrou, não preenchemos bem a área, aconteceu. Fora de casa, quando erramos, pagamos um preço caro. O segundo gol foi uma felicidade do batedor. Mas temos que destacar a atuação do goleiro deles, tivemos mais de quinze finalizações e o Vanderlei fez grandes defesas”, diz.

Questionado sobre a atuação de Marcos Jr, elogiado pela mídia pelo bom jogo que fez como segundo volante, Kleina endossa as opiniões. “Ele foi bem, quase fez um golaço, numa jogada interessante em que fez o facão e entrou. É um jogador que chama a atenção pelos recursos que tem, poderia ter saído de campo com uma verdadeira pintura de gol e ganhamos mais uma opção com ele”, finaliza.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS