Gilson Kleina: “Ninguém fica satisfeito com derrota, mas temos que acreditar e ter ousadia para vencer na próxima rodada”

Foto: PontePress/DiegoAlmeida

A derrota para o Botafogo na noite de ontem (8) teve um sabor amargo, mas o técnico Gilson Kleina quer que a próxima partida, na quarta-feira contra o Londrina, seja um ponto definitivo para que a Ponte volte a vencer e deixe o Z4 para trás. “Ninguém fica satisfeito com derrota, mas temos que ter confiança, acreditar e ter ousadia para vencer na próxima rodada. Temos dois jogos dentro de casa e precisamos ter espírito competitivo, não adianta desesperar: é ter organização, um bom emocional e fazer de tudo para nos recuperarmos dentro de casa, vivendo um jogo de cada vez”, destaca Kleina.

Na avaliação de Kleina, é preciso que a equipe possa fazer dois tempos consistentes. “Ontem tivemos bom desempenho no primeiro tempo e demos uma caída no segundo, mas mais que desempenho, é preciso vir resultados, que essa fase mude. Contra o Botafogo, estávamos fazendo um jogo controlado, eu não vi o adversário pressionar. Depois, infelizmente, tivemos uma fatalidade, faltou comunicação ali e nós entregamos o gol. Ainda assim, no primeiro tempo tivemos oito contra quatro finalizações no primeiro tempo. Agora temos que assimilar, corrigir os erros e estarmos prontos para vencer na quarta-feira”, pontua.

Kleina ressalta que a equipe precisa focar nos treinamentos desta segunda e terça-feira para fazer um bom jogo na noite de 11 de agosto, quando a Ponte completa 121 anos. “Precisamos ter mais consistência, a gente quer fazer as vitórias para sair dessa situação. Estamos com a mesma pontuação do primeiro time fora do Z4 e quando nós empatamos com o CRB, estávamos fora da zona de rebaixamento.  Agora a gente tem que minimizar os nossos erros, acreditar e trabalhar duro para fazer prevalecer a força do Majestoso e vencer”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS