Gilson Kleina elogia força e superação do elenco e quer usar a semana sem jogos para manter o espírito de luta: “Vamos aproveitar para fazer ajustes e manter tranquilidade, paz, e um mental forte para dar continuidade e fazer um grande jogo em Maceió”

Foto: PontePress/DiegoAlmeida

“Foi uma vitória maiúscula. Ganhar em cima do Goiás não é fácil e tivemos muita competência. Agora é aproveitar esta semana para fazer ajustes com tranquilidade, paz, e um mental forte para dar continuidade e fazer um grande jogo em Maceió.” Com estas palavras, o técnico Gilson Kleina descreve a vitória na noite de sexta por 2 a 1 no Majestoso e a importância do resultado para o time.

Kleina complementa: “Toda vitória é importante, mas esta foi de grande valia em virtude da dimensão da situação em que estamos. Momentaneamente saímos de uma situação ruim na tabela, mas o principal foi a vitória. Nossos jogadores deram exemplo de entrega, de raça, de vibração. Vimos que a equipe estava bem concentrada para ganhar de uma equipe do G4. Havíamos feito um grande jogo contra o Náutico, ganhamos do Goiás, e é essa situação que temos que trabalhar, mantermos isso e buscarmos vitórias fora de casa. Sabemos que o campeonato é equilibrado e difícil, mas trabalhamos e temos confiança.”

O treinador elogia o elenco e faz uma análise do jogo, que considera ter ocorrido com dois tempos distintos. “Tivemos um primeiro tempo com muita dificuldade, praticamente não conseguimos nos posicionar. Os  jogadores tentaram assimilar a formatação com a qual que entramos, que estava fortalecida no último terço, mas não conseguíamos chegar. No segundo tempo, eu estava no hotel assistindo por causa da suspensão, mas conversei com Fabiano Xhá e o Sandro Forner para modificar a situação, colocando o Camilo e trocando a forma de jogar. Aí a equipe cresceu, equilibrou as ações”, descreve.

Kleina destaca ainda os gols da Macaca. “Foi importante fazer gol na frente, e fico feliz com gol do Rodrigão, atleta que a gente trouxe, referendou, que está buscando seu melhor. Sabemos que é artilheiro e tem faro de gol. Ele fez um, o Camilo fez o outro, ambos são referências do time, e a vibração do time mostrou a união deles, que é uma equipe que quer ter força para sair da situação ruim”, afirma.

Questionado se o resultado tranquiliza a Macaca, GK responde com sinceridade. “É claro que vencer é um alívio, porque desde que chegamos estamos passando por processos: temos atletas que não vinham jogando, como Fabio Sanches e Rodrigão; Lucas Cândido e Ivan lesionados há muito tempo; temos jogadores que chegaram e estão se adaptando; e temos ainda lesões e problemas de saúde. Enfim, são processos m que você muitas vezes monta uma situação pro jogo, como fizemos pro Náutico, e dois três dias depois não podemos contar com atletas que treinaram. São processos pelos quais pagamos um preço”, pontua.

Neste sentido, inclusive, Kleina vê com bons olhos a semana cheia de trabalho – um vez que a equipe agora entra em campo apenas na noite de 2 de agosto.  “É uma semana importante para lapidar, trabalhar, recuperar atletas, para ter equipe forte e com a identidade que espero que seja a de sexta, com energia, com mentalidade de vitória, jogando como vencedor. O maior ponto positivo é zerar desgastes e atletas entregues ao DM, o que será um grande reforço interno. Espero segunda saber do Kevin, Niltinho, Leo Naldi e até da condição do Richard , que se superou na sexta após perder quatro quilos por uma virose”, afirma.

Kleina, que passou o sábado no CT planejando os treinamentos da semana, também pretende se aprofundar na condição de Lucas Cândido, que no jogo contra o Goiás teve grande destaque. “Todos entraram bem e o Lucas, pelas características dele, deixou o time mais agressivo. Ele entrou primeiro vinte minutos, agora 30 e nossa expectativa é que já possa fazer um tempo inteiro, talvez para começarmos jogando com ele. Conversaremos com o atleta e os departamentos de fisiologia e médico. Nossa intensão é ter uma equipe intensa, agressiva e que tenha organização”, ressalta.

Ele conclui enfatizando o significado da vitória da noite de sexta-feira. “Essa vitória mostra que temos capacidade. Já fizemos antes grandes jogos contra equipes fortes, que estão no G4, e poderíamos estar em situação melhor se resultados não fugissem: fizemos grande jogo contra Cruzeiro, Náutico, Operário, Avaí, mas resultados não vieram, chances nós tínhamos. Então quando se faz uma vitória contra o Goiás, isso aumenta seu nível de confiança, paz, tranquilidade, mostra que temos um elenco forte que, claro, pode melhorar, mas tem capacidade pra isso, pra fazer um campeonato equilibrado dentro e fora de casa. Mostra que, quando se está determinado, se aumenta a capacidade de concentração, se supera em momentos de adversidade. E tendo em mente que fizemos vitória importante, mas não ganhamos nada: é dar sequencia e manter esse espírito para poder crescer no campeonato.”

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS