Ponte se engaja na campanha nacional de arrecadação de cestas básicas “Mães da Favela”, organizada pela CUFA

A Ponte Preta está engajada na campanha nacional de arrecadação de cestas básicas “Mães da Favela”, organizada pela CUFA (Central Única das Favelas) junto a diversos clubes de futebol no país. “De 21 a 25 de junho,  o Majestoso estará recebendo doações de cestas  básicas diariamente  e convidamos todos os pontepretanos que puderem para que auxiliem nesta iniciativa importante”, diz Moacir Pereira, diretor de Marketing alvinegro.

O programa Mães da Favela se iniciou em 2020 e recebeu uma série de reconhecimentos nacionais e internacionais, tem como objetivo mobilizar a sociedade para auxiliar as mães solos de favelas no enfrentamento dos impactos da Covid19. No início da pandemia, os voluntários, colaboradores e parceiros da instituição trabalharam, incessantemente, para suprir as necessidades dessas moradoras, acreditando que no final daquele ano de 2020 a situação estaria mais controlada, o que ainda não ocorreu.

 “A favela sempre foi isolada socialmente. A pandemia escancarou isso. Logo, queremos voltar com a mobilização do Mães da Favela a todo vapor. Mas, para isso, a sociedade tem que vir junto com a gente, como veio anteriormente, para contemplar o máximo de mães de favela possíveis, que não podem esperar”, explicou Preto Zezé, presidente nacional da CUFA.

 O programa contempla com uma bolsa de R$ 240 mensais as mães solo moradoras desses territórios e atendeu cerca de 1,3 milhões de famílias foram atendidas em 2020, impactando mais de 5,5 milhões de pessoas, entregando quase 20 toneladas de alimentos e mobilizando quase R$ 170 milhões, em mais de 5 mil favelas de todo o Brasil. 

A arrecadação das cestas vai engrossar o programa neste ano de 2021, mas quem quiser ajudar com doações financeiras também pode colaborar em https://www.maesdafavela.com.br/doar

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS