Ponte perde para o Cruzeiro e foco é total para que a primeira vitória venha no dérbi

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

 Ponte Preta fez um bom primeiro tempo contra o Cruzeiro, mesmo sem que ninguém balançasse as redes na etapa inicial. Porém, na etpa complementar, acabou tomando um gol aos 11 minutos e perdeu a partida por 1 a 0. A Ponte volta a campo às 18h30 de sábado, para a disputa do dérbi 200, no campo do adversário, e o foco é total em conquistar a primeira vitória no clássico.

O jogo

O jogo começou com os dois times se alternando em ataques rápidos e tentando marcar a saída de bola. Aos poucos, porém, a Ponte foi ficando com mais controle de bola e o primeiro lance mais agudo veio aos seis, com Camilo recebendo em profundidade e fazendo o cruzamento para a área, rumo a João Veras, mas a zaga oponente cortou.

 Aos nove, Vini Locatelli tocou a bola na grande área. Moisés dominou e tentou passar pela defesa, mas foi desarmado.  Aos 15, Kevin é acionado por Cleylton, mas o passe acabou saindo muito forte e a bola saiu em linha de fundo.

Aos 19, belo lance de Moisés, que limpou o primeiro defensor na área e quando foi ajeitar para bater acabou desarmado pelo segundo, por trás. Aos 21, Kevin fez belo lance se livrando do marcador e passou para Camilo. O camisa 10 passou para Moisés tirar a bola do primeiro marcador e mandar uma bomba para o gol, que passou perto do travessão.

Aos 24, Ruan Renato cruzou bola do meio de campo para a grande área, mas a zaga afastou de de cabeça. Aos 28, Locatelli arriscou chute forte de fora da área, exigindo boa defesa do goleiro oponente. Aos 30, novo chute de Locatelli, desta vez ganhando o escanteio. Aos 36, Moisés entrou na área, mas foi cercado por três e não conseguiu concluir.

Aos 41, Camilo tentou de fora da área, mandando uma boba para o gol, mas o chute saiu pela linha de fundo. Aos 44, foi a vez do Cruzeiro fazer jogada perigosa, com um petardo contra a área alvinegra, para ótima defesa de Ygor Vinhas, com a defesa alvinegra complementando e matando a jogada.

Aos 47, ataque rápido da Ponte parado com falta em cima de Jean Carlos.  Na sequência, em lance de defesa da Ponte, chute do Cruzeiro pegou involuntariamente na mão de Ruan Renato e o juiz marcou falta, mas na cobrança a bola saiu por cima do gol e o juiz já encerrou a etapa inicial sem que ninguém balançasse as redes.

A Ponte voltou para o segundo tempo tocando bastante e mantendo mais posse que o adversário. Aos três, Kevin fez bom passe em profundidade para Moisés, mas o atacante não conseguiu dominar antes que ela a bola saísse. Aos oito, Jean Carlos avançou pela esquerda e foi arado com falta por Rômulo, que levou amarelo.

Aos 11, porém, foi o adversário que marcou, em lance rápido na área. 1 a 0. A Ponte queria o empate e aos 16, Kevin recebeu na meia direita, avançou sem marcação e arriscou de fora da área, para defesa do goleiro. Aos 22, Camilo matou de peito na área e foi desarmado com uma trombada adversária, mas o árbitro não deu nada.

Aos 25, Fessin dominou pela esquerda e entrou na área, mas foi desarmado. Aos 38, Rodrigão, que acabara e entrar, cabeceou bola na área, mas ela saiu em linha de fundo. Aos 45, Renatinho mandou bola alta na área e quase surpreendeu o goleiro adversário. Nos minutos finais, a Ponte fezuma blitz na área do Cruzeiro, mas o adversário colocou o time inteiro atrás para segurar a primeira vitória na competição, e conseguiu.

Ponte Preta: Ygor Vinhas; Jean Carlos,  Cleylton, Ednei, Ruan Renato (Richard) e Kevin; Dawhan, Vini Locatelli (Renatinho) e Camilo (Rodrigão); Moisés (Fessin) e João Veras (Paulo Sérgio). Técnico Gilson Kleina.

Cruzeiro:  Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira (Weverton); Flávio (Matheus Barbosa), Giovanni (Adriano) e Marcinho (Airton); Felipe Augusto, Bruno José e Rafael Sobis (Bissoli) . Técnico: Mozart

Gols: No segundo tempo, Bruno José, aos 11 minutos

Árbitragem: Vinicius Gomes do Amaral apitou, com Rafael da Silva Alves eAndre da Silva Bitencourt como assistentes. O quarto árbitro foi João Vitor Gobi.

Cartões amarelos: Vini Locatelli, Ruan Renato (Ponte Preta); Ramon (Cruzeiro)

Jogo válido pela quarta rodada do Brasileiro da série B, sem público (nem renda) em virtude da pandemia

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS