Ponte perde na despedida da primeira fase do Campeonato Paulista e aguarda definições do Torneio do Interior

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Em uma partida que já não valia mais nada para a Ponte, a equipe alvinegra perdeu o último jogo da primeira fase do Campeonato Paulista para o Palmeiras. Após um primeiro tempo equilibrado até os 35 do primeiro tempo, a Ponte tomou o primeiro e o segundo gols ainda na etapa inicial. E, no segundo tempo, acabou sofrendo mais um logo no primeiro minuto. A equipe do técnico Fábio Moreno agora aguarda a definição dos jogos do Torneio do Interior do Campeonato Paulista, para saber quando, onde e com quem jogará na competição derivada do Paulistão.

O jogo

O primeiro lance de ataque da Macaca foi logo no primeiro minuto, com Camilo cruzando na área, mas a defesa palmeirense cortou. Aos três e meio, Camilo fez bom lance de velocidade, passando no meio de dois do Palmeiras e acabou no chão, pedindo falta que o juiz não anotou. Aos seis, boa chegada de Apodi, que mandou uma bomba para o gol adversário, rebatida pelo goleiro para escanteio. Na sequência, porém, o bandeira marcou impedimento “retroativo” do lateral pontepretano.

O jogo logo tomou a cara do que seria, ao menos no primeiro tempo: a Ponte tinha mais volume de bola e tentava achar o gol, enquanto o Palmeiras tentava o contra-ataque . Nenhum  dos dois times, porém, conseguia criar chances mais reais de perigo. Aos 15, Moisés chegou bem pelo lado esquerdo, mas acabou se embolando com a zaga e o juiz deu falta de ataque.

Aos 17, lance rápido de Camilo e Apodi, que cruzou para Moisés, mas a zaga desviou. Na sequência do lance, Paulo Sérgio chutou forte de longe, mas o camisa 1 adversário segurou. Aos 19, lance rápido do oponente, mas Rayan cortou com precisão e ainda ganhou tiro de meta.

Aos 23, quase saiu o gol alvinegro.  Após bola jogada na área,  Apodi cabeceou e Paulo Sérgio  pegou a sobra dentro da área, escorando para dentro do gol, mas o goleiro palmeirense fez milagre e impediu que o placar fosse mexido. Depois do lance, o bandeira decretou que o atacante estava impedido. Aos 28, Camilo cobrou falta de longe e mandou dentro da área, para Ruan Renato aparecer cabeceando, mas o goleiro defendeu.

Aos 35, o adversário abriu o placar com um chute mais de longe, no ângulo de Ygor Vinhas, que se esticou todo e chegou a tocar na bola, mas não conseguiu evitar. A Ponte não se abateu e foi para cim a na sequência, com Niltinho, que conduziu a bola e passou para Paulo Sérgio, mas a zaga cortou. Aos 39, Moisés enfiou uma bomba e o goleiro adversário defendeu no reflexo, mandando para escanteio.  Na cobrança, Apodi pegou de chapa, mas a zaga salvou mais uma vez para fora.

Aos 43, novo bom lance da Macaca, com passe de Dahwan para Niltinho. O atacante matou e na hora de chutar foi travado pelo goleiro adversário, que mandou o chute do pontepretano para a lateral. Aos 45, novo lance de profundidade da Macaca, com Apodi e Niltinho, que cruzou a bola na área, mas ela acabou saindo pela linha de fundo.

Aos 47, a Macaca teve nova chance, mas Camilo acabou trombando na área com a zaga. Na sequência, saiu o segundo do Palmeiras, em lance rápido, de cabeça. O juiz apitou então o fim do primeiro tempo.

No segundo, o adversário ampliou ainda no primeiro minuto, fazendo o terceiro. Aos 12, o Palmeiras parou lance de Renatinho com falta sobre o meia, que entrou para o segundo tempo. Aos 22, boa jogada de contra-ataque da Ponte, com Bruno Michel fazendo bom passe para Niltinho, que chutou, mas a bola saiu à esquerda do gol.

Aos 26, nova chance da Macaca, com Niltinho acabando desarmado pelo goleiro oponente.  Aos 35, cobrança de escanteio para Macaca afastado pela zaga oponente. Aos 39, Niltinho passou para Jean Carlos,  que mandou rasteiro para Paulo Sérgio finalizar, mas a bola saiu errada e foi para fora.

Ficha do jogo

Ponte Preta : Ygor Vinhas; Apodi (Jean Carlos), Rayan, Ruan Renato e Felipe Albuquerque (Marcos Júnior);  Vini Locatelli (Barreto), Camilo (Renatinho) e Dahwan;  Paulo Sérgio, Niltinho e Moisés (Briuno Michel). Técnico: Fábio Moreno.

Palmeiras: Jailson; Mayke (Gustavo Garcia), Michel, Vanderlan e Giovani (Esteves); Danilo, Gustavo Scarpa (Pedro Bicalho), Viña e Zé Rafael (Fabinho); Wesley (Lucas Lima) e Willian; Técnico:Abel Ferreira.

Gols: Gustavo Scarpa, aos 35 minutos, e William, aos 47 do primeiro tempo; Na etapa complementar, Wesley no primeiro minuto

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza apitou; com Daniel Paulo Ziolli e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa como assistentes. Lucas Canetto Bellote foi o quarto árbitro e Rodrigo Guarizzo Ferreira do Amaral ficou no VAR.

Jogo válido pela 12ª rodada do Paulistão, realizado no Majestoso sem público (nem renda) em virtude da pandemia.

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS