Noite de superação: com 11 desfalques, Macaca vence o Botafogo com gol de Leo Naldi e conquista primeira vitória no Paulista

Foto:PontePress/AlbertoNucci

Superação foi a palavra da noite. Mesmo com onze desfalques – além dos nove já previstos, Barreto e Yuri também ficaram de fora – e contra um Botafogo que queria vencer em casa , a Ponte Preta conquistou a primeira vitória do Paulistão. Em uma partida em que atuou com diversos atletas da Base, nada melhor que um deles para marcar o gol da vitória: o jovem Léo Naldi foi quem estufou as redes em Ribeirão Preto.

“Temos que ressaltar a entrega da equipe, superamos os  desfalques e fizemos um grande jogo, conquistando uma vitória importante para a sequência da competição”, diz o goleiro Ygor Vinhas, que também se destacou com boas defesas durante a partida.

A Ponte agora entra em compasso de espera já que, a princípio, o Campeonato Paulista deverá ser suspenso por 15 dias, a partir de segunda-feira (15) – a Federação Paulista ainda tenta reverter a medida na prórpia segunda, em reunião com o governo do Estado e o Ministério Público. Já pela Copa do Brasil, a Macaca espera a partida entre Marília e Criciúma no dia 17, para saber com quem irá jogar na próxima fase, onde e quando (a princípio, a partida deve ocorrer em abril).

O jogo

A Macaca foi para cima logo no minuto inicial com Thalles, que fez bom passe para Pedrinho, mas o jovem atacante não conseguiu concluir. A Ponte continuou pressionando os donos da casa, mantendo a bola no ataque, e ainda no primeiro minuto quase abriu o placar em bola espirrada na área. Moisés pegou e chutou com força para o gol, tirando tinta da trave esquerda do Botafogo.

Os donos da casa também começaram a pressionar e o jogo ficou lá e cá. Aos seis, Ruan Renato tentou bola longa para Pedrinho em velocidade no lado direito do campo, mas a jogada terminou com a bola saindo pela linha de fundo.

Aos 15, Moises fez bom lance e passou para Thalles. O meia passou para Vini Locatelli, mas a defesa cortou. Aos 21, belo lance da Macaca. Thalles recebeu bola de Pedrinho e mandou forte no canto esquerdo, mas o goleiro adversário conseguiu espalmar. João Veras pegou a sobra e bateu girando, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo.

Aos 24, Pedrinho saiu em velocidade, porém acabou desarmado. Aos 26, Léo Naldi consegiu pegar bola em saída equivocada do Botafogo e passou para Thalles, que foi travado pela zaga no momento do chute. Na sequência, boa tabela entre Marcos Júnior e Pedrinho, levando a bola até Thalles, que dominou e chutou, mas o goleiro adversário defendeu.

Aos 30, em bola cruzada na área, Marcos Júnior leva solada pertinho da risca e o juiz marcou falta. Thalles bateu firme e a zaga mandou para escanteio. O próprio Thalles cobrou, mas a defesa acabou recuperando e ensaiou o contra-ataque. O lateral pontepretano Jean Carlos, porém, interrrompeu a tentativa adversária.

Aos 36, Moisés fez boa jogada e passou para Léo Naldi. O garoto mandou para Thalles finalizar, mas a defesa oponente conseguiu bloquear. Aos 39, lance de perigo do adversário, mas Ygor Vinhas fez bela defesa e mandou para escanteio. Aos 43, bom lance de rapidez de Pedrinho, mas a zaga conseguiu impedir o gol.

Aos 45, saiu o gol da Macaca: Thalles arrancou pela direita e passou para Moisés, que passou pelo zagueiro, levou para a linha de volta e mandou para Léo Naldi se esticar e, de perna esquerda, estufar as redes. 1 a 0 para a Ponte. Sem tempo para mais nada, o juiz marcou o fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, a Macaca voltou indo para cima, mas a marcação do adversário era pesada. Aos cinco, após cobrança de escanteio da esquerda, o botafoguense Emerson cabeceou com firmeza e Ygor Vinhas fez a defesa do jogo, impedindo o empate adversário. Aos 11, Ruan Renato cobriu falta e Luizão tentou mandar para o gol, mas ela saiu pela linha de fundo. Aos 15, Moisés chutou forte contra o gol e o goleiro do Botafogo se esticou inteiro para espalmar.

Na sequência, Locatelli chutou forte para o gol e o arqueiro adversário bateu roupa. Veras pegou o rebote, mas desta vez o goleiro do Botafogo segurou firme. Os donos da casa começavam a pressionar cada vez mais em busca do empate, mas a Ponte, mesmo com todos os desfalques, se defendia e ainda tentava ampliar. Aos 21, Moisés entrou  na velocidade,  deixa dois marcadores para trás e tentou passar para Veras, mas o goleiro adversário interceptou.

Aos 23, bom lance de Moisés e Veras, mas a defesa adversária conseguiu tirar a bola. Aos 26 por pouco não saiu o segundo. Após contra-ataque rápido, Thalles deixou Moisés livre no lado direito, o atacante invadiu a área e bate colocado. O goleiro se esticou todo e defendeu. Pedrinho pegou o rebote, mas não conseguiu concluir.

Na sequência, bom lance de Thalles, que terminou em cruzamento na área. Marcado, Ruan Renato tentou matar de bicicleta, mas não alcançou a bola. Aos 31, Ygor Vinhas mais uma vez mostrou que a camisa 1 está bem servida, defendendo chute difícil do adversário. Aos 34, o  árbitro viu falta em lance normal de desarme do pontepretano Anderson, que acabou tomando amarelo.

Aos 44, o atacante estreante Robinho teve boa chance pela Macaca, mas acabou isolando. Aos 50, o juiz marcou o  final de jogo. Ponte 1 x 0 Botafogo.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas; Marcos Júnior, Ruan Renato, Luizão e Jean Carlos (Anderson); Léo Naldi (Robinho), Vini Locatelli (Igor Maduro) e Thalles; Pedrinho (Papa Faye), João Veras e Moisés. Técnico: Fábio Moreno.

Botafogo: Igor Bohn; Rodrigo (Judivan), Victor Ramos, Fabão e Pará; Emerson, Yan Victor (Luan) e Renatinho (Michel); Richard, Rafael Marques (Neto Pessoa) e Dudu Hatamoto (Vandenilson). Técnico: Valdir Benedito.

Gols: Léo Naldi, aos 45 do primeiro tempo

Arbitragem: Thiago Luis Scarascati apitou, com Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Vitor Carmona Metestaine como assistentes. O árbitro de vídeo, responsável pelo VAR, foi Vinícius Furlan.

Cartões amarelos: Rodrigo Ferreira (Botafogo);Marcos Júnior, Jean Carlos, Anderson, Papa Faye  (Ponte)

Jogo válido pela 4ª rodada do Paulistão, realizado no estádio Santa Cruz, sem público (nem renda) em virtude da pandemia

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS