Majestoso aproveita “folga” de jogos para revitalização do campo, com troca de 1.500 metros de grama

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

Assim que os jogadores da Macaca seguiram para a pré-temporada em Itu, um grupo de funcionários e especialistas entrou em ação no Majestoso para um processo de revitalização de todo o campo e a substituição de 1.500 metros de grama. A ideia é que o gramado do estádio esteja um “tapete” para a estreia da equipe em casa, na noite de quinta-feira (4), na segunda rodada, contra o Santo André.

“Fizemos corte vertical, aeração, descompactação de solo para cuidar da estrutura física e regularização de superfície para deixar o solo mais macio, além da substituição em pontos que eram considerados ruins”, diz o engenheiro agrônomo Fabrício Spolon, da GreenCare, empresa responsável pelo trabalho.

Para agilizar todo o processo, a Ponte adotou o sistema de plantio mecanizado, com rolos que medem 30 metros de comprimento com 75 centímetros cada um. “Com este sistema reduzimos drasticamente o número de emendas, o que permite o uso do campo num tempo menor. É um processo adotado nos grandes gramados esportivos do país e teremos ótimas condições para os campeonatos Paulista e Brasileiro”, afirma o engenheiro;

O gramado já estará disponível para uso na estreia da Macaca em casa, porém a maturação completa ocorrerá dentro de 20 dias. “E assim que finalizar a atual etapa, o campo já receberá o processo de manutenção do pós plantio com cortes para a regularização de altura e fertilizantes químicos para apressar o enraizamento e colocá-lo em condição de jogo nos padrões da CBF e Federação Paulista”, informa Lindomar Vedolin, administrador do estádio.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS