Alex Brasil fala da montagem de elenco “com fome de bola”, com bom aproveitamento da Base, e pré temporada que começa neste dia 16, em Itu

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

Uma equipe forte, com a espinha dorsal da série B mantida, sete jogadores da Base e uma mescla de recém-chegados experientes e alguns não muito conhecidos, mas todos com uma característica em comum: fome de bola e vontade de vencer. É assim que o Executivo de Futebol da Ponte Preta, Alex Brasil (que falou hoje em coletiva à imprensa), define o elenco que está em fase final de montagem para  disputa do Paulistão 2021.

“Felizmente conseguimos manter a espinha dorsal do time, que era o que queríamos desde o começo, e estamos focados em trazer atletas que possam vestir a camisa, dar o retorno técnico. Alguns jogadores são mais experientes, outros menos conhecidos, mas todos têm fome de bola, querem vencer com a Ponte. E, claro, estamos integrando a Base de uma maneira muito boa, hoje temos sete atletas que vieram das categorias mais jovens, sem contar aí outros que se formaram aqui, mas há tempos já estão no profissional, como o goleiro Ivan”, diz.

Sobre as contratações em si, o Executivo ressalta que o meia-atacante Vinícius  Locatelli é um nome que está muito próximo do Majestoso. “A negociação está avançada e acredito que seja uma questão de tempo. É importante ressaltar que todas as contratações são feitas em conjunto, trabalhamos bastante nas últimas semanas  em torno de chegadas e saídas: Departamento Jurídico, RH, financeiro, registro, direção, comissão técnica, analistas de desempenho… Foram duas semanas árduas de muito trabalho e muita responsabilidade. Todas as áreas estão integradas para minimizar um possível erro”, pontua.

Pato e Base

Questionado sobre a manutenção do atacante Guilherme Pato, o Executivo explica que a situação ainda está em aberto, mas a Macaca está preparada para qualquer cenário. “Temos interesse em contar com ele e entendemos a posição do Internacional, que detém os direitos do atleta. Claro, se dentro do momento ele estiver encaixado na nossa necessidade, é um jogador que se adaptou ao clube, já conhece como é aqui e gostaríamos de contar com ele. Porém, não vamos ficar refém de nenhum atleta e estamos vendo outras situações caso não dê certo.”

O Executivo destacou ainda a importância do uso dos atletas da Base. “É importante utilizar os talentos da Base, não só porque temos bons valores, mas também de maneira estratégica. O limite de inscritos no Paulista é de 26, razão pela qual pela qual buscamos também atletas que atuem em mais de uma posição, mas temos fora desse limite a Lista B, de atletas oriundos da Base que tenham mais de 16 anos, vinculo de mais de um ano com o clube e no currículo uma competição pela FPF. Destes, podemos ter até sete por partida”, destaca.

Especulações: André Luís e Jeferson Paulino

Apesar de não antecipar nomes e posições que ainda não estão encaminhadas, Brasil não se furtou a responder sobre especulações que circularam em redes sociais. Em relação ao André Luís, o Executivo ressaltou que não houve nenhum tipo de contato com o atleta ou o time de origem do jogador, o Corinthians.

“Claro que é um bom atleta, tem uma identificação com o clube, mas sabemos da questão econômica. Em nenhum momento isso foi cogitado ou consultado, foi algo lançado na internet. Claro que todo bom jogador a gente está aberto a receber, dentro de uma realidade econômica e, se o clube detentor dos direitos tiver interesse de colocar pagando o salário, não vejo problema nenhum, mas quero deixar claro que em nenhum momento houve contato”, diz.

Em relação ao ex-goleiro do Guarani, que teve o nome vinculado à Macaca também via Internet, o Executivo esclarece: “Não sei de onde essa história surgiu e não posso falar nada sobre isso, porque em nenhum momento ouvi falar do nome Jeferson Paulino aqui.”

Pré-temporada

O Executivo de Futebol falou também sobre a pré-temporada, que ocorrerá no Otho Hotel Convention, em Itu. “A equipe viaja na manhã desta terça-feira, dia 16, e deve retornar no dia 25, perto da estreia. Ficarão todos concentrados, teremos atividades em tempo integral e teremos alguns jogos-treino”, pontua.  

Ele também foi questionado sobre uma suposta venda de Ivan – no momento não há nada neste sentido e o jogador será inscrito para o Campeonato Paulista . “Ele está se recuperando da cirurgia do pulso, está trabalhando com o grupo, e segue para a pré temporada. Claro que uma venda de atleta ajuda bastante a questão financeira do clube, tenho certeza que isso está sendo muito bem tratado internamente”, afirma.

Brasil confirmou que o zagueiro Luizão também viaja para Itu. “Ele está trabalhando normalmente no CT, viaja com grupo, a recuperação da fratura não o impede ou limita de exercer a profissão”, diz. Ainda sobre a zaga, em si, ele acresce, respondendo a outra pergunta.

Estamos abertos a bons jogadores, dentro da nossa realidade econômica do clube. Estamos atentos ao mercado, nunca fechamos portas pra oportunidades. Neste momento estamos bem servidos no setor, com o trabalho do Fábio no setor defensivo e a chegada do Ednei, estará fortalecido.

“Estamos abertos a bons jogadores, dentro da realidade econômica do clube, atentos ao mercado, nunca fechamos portas pra oportunidades. Mas neste momento estamos bem servidos, com o trabalho do Fábio no setor defensivo e a chegada do Ednei, acredito que nossa zaga estará fortalecida”, crê.

 Por fim, Alex Brasil fala ainda sobre o atacante Wanderley. “O conheço desde 2008, é formado na casa, tem uma grande identificação com a Ponte. Sabemos que ele inclusive ajudou muito  fora das quatro linhas, com liderança e motivação, mas queremos vê-lo mais dentro de campo nesta temporada e temos certeza que vai dar conta do recado.”

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS