Volante Dawhan recusa ofertas da série A para ficar na Macaca: “Estou muito feliz aqui, quero fazer um primeiro semestre maravilhoso e depois lutar pelo acesso que, tenho certeza, virá neste ano”

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

Volante guerreiro e marcador de gols (foram quatro neste ano, três deles de cabeça, apesar de não ser um jogador alto), Dawhan chamou a atenção nas partidas pela Macaca nesta última temporada. Não à toa, o jogador – que tem contrato assinado com a Macaca até dezembro deste ano e inclusive já havia aceitado uma redução de vencimentos –  recebeu recentemente propostas para integrar o elenco de outros times, inclusive na série A do Brasileiro. Porém, disse não e optou por continuar lutando com o manto alvinegro.

“Eu já tinha falado antes com diretoria, esposa, familiares,comissão técnica, que queria ficar aqui. Estavam contando comigo, então vieram essas situações de série A, mas achei melhor ficar. Conversei com minha esposa, falamos muito sobre isso, estou muito feliz aqui e espero fazer um ano super-bom, creio que conseguindo um acesso, que é nosso principal objetivo. Meu maior desejo é esse: junto com meus companheiros quero colocar a Ponte na série A, que onde ela deve estar”, afirma.

O jogador, que completou 50 jogos com a camisa alvinegra na série B 2020-21, conta que antes das propostas já havia inclusive aceitado uma redução de salário por entender o momento não só da Ponte, mas do futebol como um todo. “Nesta questão de salário, sabemos que todo futebol mundial está se readequando. Nada mais justo do que sentar e ver a melhor situação pra mim e pra Ponte. Entramos num acordo e está tudo certo”, afirma.

Ele acrescenta que acredita que o time terá um bom desempenho no Paulista e demais competições deste ano. “Ficou uma boa base da temporada passada, isso nos dá um bom entrosamento. Além disso, existe entre nós uma grande confiança. Confiança é peça chave entre atleta, comissão técnica e diretoria, tudo fica mais fácil para caminharmos bem e fazer um semestre maravilhoso e depois, na série B, dar nosso melhor. Tenho certeza que neste ano o acesso vem”, diz.

Dawhan termina mandando um recado para a torcida alvinegra: “Rapaziada, podem ter certeza que garra, força, não vai faltar. Como sempre faço, vou chegar no campo e me doar ao máximo e espero poder contribuir muito e ajudar a Ponte  a conquistar objetivos.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS