Na Ponte desde os 12 anos e aluno de Fábio Moreno aos cinco em escolinha de futebol, goleiro Guilherme estreará no gol da Macaca nesta sexta (29)

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta vai ter estreia no gol diante do Figueirense, na tarde dessa sexta-feira (29). Cria da base pontepretana, Guilherme assume a meta alvinegra contra os catarinenses. Aos 21 anos, o jogador se mostra muito motivado e grato pela oportunidade recebida. “Apesar de nós não termos conseguido nosso objetivo, que era o acesso para a Série A, esse jogo – assim como muitos outros – para mim é muito importante. Além de fecharmos com chave de ouro e de uma boa forma o campeonato, vamos receber oportunidade e para mim tem um gosto ainda maior, pois é a minha estreia no profissional”, destaca.

O atleta vem, literalmente, desde criança galgando os degraus que o trouxeram até esse momento. “Faz muito tempo que estou aqui na Ponte, completando nove anos agora em janeiro e ter a estreia no profissional, ainda mais sendo de Campinas e ter trabalhado tanto para isso, não tenho nem palavras para descrever. Um momento muito feliz para mim e espero corresponder a altura. Estou bem preparado, focado e motivado para fazer um bom jogo”, comemora Guilherme.

O histórico da Macaca em revelar grandes goleiros para o futebol passa por dar chance aos atletas para que mostrem talento dentro de campo. O técnico Fábio Moreno revela muita gratidão em poder dar essa chance a mais um talento oriundo da base pontepretana. “Para mim é um privilégio participar dessa nova fase da formação do Guilherme. Eu que participei da iniciação dele, quando ele tinha cinco ou seis anos de idade e estava em escolinha de futebol. Eu estava iniciando a minha carreira e completava minha renda como professor e conheci o Guilherme nessa época, ainda criança. Para mim é um privilégio dar sequência nesse projeto de vida dele e estar participando”, conta o treinador.

Moreno ainda avalia o trabalho do arqueiro pontepretano. “É um profissional muito bom, muito qualificado, tem ótima referência do treinador de goleiros. Nós que vivemos o dia a dia sabemos do potencial dele e com certeza ele está pronto e preparado para assumir a camisa de goleiro da Ponte Preta nesta partida. Será muito importante essa experiência para ele, porque vai servir de bagagem para continuar trilhando o caminho dele na profissão que ele escolheu”, completa o comandante.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS