Moreno elogia empenho do elenco nas últimas rodadas: máxima seriedade e profissionalismo

Foto: PontePress/ÁlvaroJr

A vitória contra o CRB na noite de ontem (25) foi motivo de satisfação para quem é pontepretano. Apesar de o acesso não ser mais possível nesse ano, quem assistiu ao jogo viu um time empenhado, dedicado e jogando um bom futebol, algo que o técnico Fábio Moreno pretende repetir na despedida da equipe na competição, na próxima sexta-feira contra o Figueirense.

“Tivemos e vamos ter mais uma vez a máxima seriedade e profissionalismo. Faltando duas rodadas e sem chance de acesso, mobilizar o elenco exige comprometimento de todos. Na preleção mostrei a nossos atletas números que mostram quão dura foi a competição – 386 dias de temporada, mais de 200 de treinamento, 56 jogos, 140 dias em viagem e concentração  – e ressaltei que nossa última fotografia dentro de casa tinha que ser com vitória, pois ela é a que fica. Foi uma vitória que a torcida e os atletas mereciam”, diz o treinador.

Sobre a entrada em campo de Igor Maduro, Pedrinho e Léo (este último atuou apenas alguns minutos ontem), Moreno explica. “Os garotos que conseguimos colocar mereciam oportunidade, mas temos todo cuidado e atenção para que eles entrem no melhor momento possível. Não é por falta de vontade, mas cautela: a melhor maneira de colocar pessoal da base é num cenário favorável e não num  sufoco que gera pressão, expectativa, e pode queimá-los”, diz.

Questionado pela imprensa especificamente sobre Léo, o treinador esclarece: “Nossa defesa passou por problemas neste ano, mas acredito que melhorou bastante nas últimas oito partidas, depois que assumimos o comando. A carga não deve ser sobre os dois zagueiros, mas estas posições acabam sendo as mais visadas. Então o Léo é promissor, tem competências, mas temos que usá-lo sem atropelo, no momento certo, com seriedade, profissionalismo e maturidade.”

Paulistão

Já  perguntado sobre o Campeonato Paulista e uma reformulação do elenco, Moreno não antecipa nomes, até mesmo porque esta é a política interna da Ponte Preta: anunciar apenas quando está tudo certo. “O torcedor pode sonhar, assim como eu, com bons jogadores, atletas de qualidade. A diretoria e o Executivo de Futebol Alex Brasil estão à frente das negociações para montar um elenco forte, mas dentro da realidade financeira. Independentemente dos nomes, porém, queremos uma equipe forte, porque o Paulista é muito concorrido”, afirma.

O treinador conta que está em contato contínuo com o Executivo para a montagem da equipe. “Pedi prorrogação de empréstimo de vários atletas que podem fazer parte da equipe e fiz indicações para contratação. Mas temos que ter aqui o máximo de seriedade, dentro da realidade da Ponte, para não ter problemas financeiros, para que possam ser honrados os compromissos”, conclui.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS