João Veras comenta o segundo gol contra o Santos, feito em 18 segundos e 12 toques: “Foi uma jogada de treino e um golaço de toda a equipe”

Foto:PontePress/DiegoAlmeida A Ponte sufocou o Santos na última sexta-feira e, em 33 minutos, consolidou uma goleada de três a zero que teve em comum o fato de todos os gols terem saído em contra-ataques rápidos, bem planejados e com…