Com gols de Moisés e Pato, Ponte Preta vence o Confiança fora de casa e segue viva na luta pelo acesso

 

Foto: Luiz Neto/ADC

O técnico Fábio Moreno dizia antes da partida que uma maratona começava com o  primeiro passo e a Ponte Preta deu este passo na noite de hoje (19), ao vencer o Confiança na casa do adversário por 2 a 1. A Macaca saiu na frente –  com gol de Moisés assistido por João Veras – e tomou o gol de empate no finalzinho do primeiro tempo, mas não desistiu e venceu com um golaço de Guilherme Pato no segundo tempo.

“A gente vem de três derrotas e sabia que o momento não era fácil. Fiquei muito feliz por ajudar meus companheiros fazendo mais um gol, o meu terceiro com a camisa da Ponte. É só agradecer a Deus. E dedico meu gol à minha mãe, que vem passando por um momento difícil enfrentando um câncer de mama”, diz Pato.

Com o resultado, a Ponte Preta fica na nona colocação, com 43 pontos, a seis do G4. A Macaca  volta a campo às 21h30 de terça-feira (22), contra o Cruzeiro, no Majestoso.

O jogo

A Ponte foi pela primeira vez ao ataque aos dois minutos, como João Veras, mas o juiz marcou falta de ataque. Aos quatro, blitz do adversário que terminou com belo desarme de Apodi. Os donos da casa pressionavam, mas a Macaca marcava bem e segurava o adversário.

Mas aos 11, a Ponte fez boa jogada de ataque, com Camilo ganhando a bola em cima do oponente e mandando para Moisés no meio. O goleiro do Confiança, porém, se antecipou e ficou com a bola. Aos 15, Apodi saiu em alta velocidade até o campo adversário, mas o cruzamento saiu errado.

Aos 17, Camilo levantou na área e João Veras mergulhou para completar, mas acabou não alcançando. Aos 24, Luan Dias fez bela jogada individual pela direita e cruzou na área, mas a defesa adversária cortou. Aos 29, saiu o primeiro gol da Macaca. Luan Dias carregou a bola até o campo adversário e passou para João Veras que, com muita tranquilidade, fezuma bela assistência para Moisés, que não perdoou. Ponte 1 x 0 Confiança.

Os 32, Lazaroni levantou na marca do pênalti e Welligton Carvalho desviou, mas bola saiu. Dois minutos depois, quase a Ponte amplia, desta vez com Moisés na assistência. O atacante fez bom passe para Luan Dias chutar com firmeza, mas o goleiro oponente segurou. Aos 43, porém, o adversário empatou, em lance por cima no qual Ygor Vinhas chegou a tocar na bola, mas ela entrou.  Aos 47, o juiz apitou o fim da etapa inicial, com tudo igual no placar.

O segundo tempo começou com os donos da casa pressionando e a Macaca se defendendo e buscando o contra-ataque. Aos 12, Lazaroni levantou na área, mas a defesa oponente afastou. Aos 15, Lazaroni impediu gol adversário em duas jogadas seguidas, com bons cortes.

O Confiança seguia pressionando e dando pouco espaço à Ponte, mas a Macaca se segurava e insistia para achar boas chances no ataque. E aos 37 a Macaca chegou, em lance polêmico. Após cobrança de escanteio, Wellington Carvalho cabeceou a bola no pé da trave e ela rolou pela linha do gol.

Aparentemente ela entrou um pouco, mas o goleiro seguru e o juiz não deu nada. Porém, na sequência, saiu o gol da vitória. Após lance de Yuri, que havia acabado de entrar, houve bate e rebate na área. Guilherme Pato ficou com a bola, tirou dois marcadores da jogada e mandou uma bomba contra o gol do Confiança, marcando um golaço. 2 a 1.

A Ponte ainda teve chance no último minuto aos 50. Após cobrança de falta do advers´rio na qual o goleiro oponente se posicionou na área em busca de um cabeceio, Yuri pegou a bola e partiu rumo a meta adversária, que estava desguarnecida, mas arbitragem marcou um toque de mão. Final de jogo: Ponte Preta 2 x 1 Confiança.

Ponte Preta: Ygor; Apodi (Léo Pereira), Wellington Carvalho, Alisson e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Neto Moura (Luís Oyama), Camilo e Luan Dias (Yuri); Moisés (Guilherme Pato) e João Veras (Matheus Peixoto). Técnico: Fábio Moreno.

Confiança: Rafael Santos; Thiago Ennes (Caíque Sá), Nirley, Matheus Mancini e Djalma Silva; Madison (Bruno Paraíba), Rafael Vila, Guilherme Castilho (Jeferson Lima) e Reis; Renan Gorne (Ari Moura) e Iago. Técnico: Daniel Paulista.

Gols: Moisés, aos 29, e Matheus Mancini aos 43 do primeiro tempo; Guilherme Pato aos 38 do segundo tempo

Arbitragem: Emerson de Almeida Ferreira apitou, auxiliado por Pablo Almeida da Costa e Frederico Soares Vilarinho.

Cartões: Neto Moura, Luan Dias, Wellington Carvalho e o treinador Fábio Moreno  (Ponte), Rafael Vila, Nirley , Reis, Iago(Confiança)

Partida válida pela 30ª rodada da série B, realizada no Batistão, sem público (nem renda) em virtude da pandemia

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS