Tiãozinho anuncia troca de comando na Ponte Preta: técnico Marcelo Oliveira e executivo de futebol Gustavo Bueno deixam a Macaca; Fábio Moreno assume interinamente e presidente enfatiza: “Não jogamos a toalha e vamos continuar lutando pelo acesso”

O presidente Sebastião Arcanjo anunciou na noite desta sexta (11), logo após a derrota para o Avaí no Majestoso, a troca no comando do futebol alvinegro: o técnico Marcelo Oliveira foi desligado do cargo e o Executivo de Futebol Gustavo Bueno pediu demissão. O coordenador técnico Fábio Moreno irá assumir interinamente o comando da equipe e o presidente Tiãozinho ressalta: “Não jogamos a toalha: enquanto a matemática permitir, a Ponte vai continuar disputando e lutando para voltar à elite do futebol”

Agradecimento à torcida

“Em primeiro lugar quero agradecer nossa torcida pela confiança e apoio, uma torcida que em 2020 superou desafios muito maiores e não abandonou o time em nenhum momento. O que presenciei hoje, com as pessoas que estavam fora do estádio tentando empurrar o time, transmitir energias e vibrações positivas pra dentro de campo.”

Marcelo Oliveira

“Infelizmente as coisas não aconteceram como planejado, sou testemunha do trabalho e esforço do professor Marcelo e equipe, mas os resultados não vieram. Como nós acreditamos que a Ponte Preta ainda está na disputa, que o campeonato está aberto, achamos que é necessário mexer. Neste sentido comunicamos ao professor Marcelo que é foi uma decisão da nossa diretoria fazer a substituição”

Moreno assume comando

“O Fábio Moreno, que é nosso coordenador técnico, que é um projeto da Ponte Preta que espero que se materialize, vai assumir as condições de comando da nossa equipe nas próximas partidas. Queremos desejar a ele sucesso e força. Talento ele tem, capacidade ele tem, já provou isso por onde passou e aqui mesmo na Ponte Preta neste ano, quando teve que assumir a comissão técnica no momento de transição do nosso antigo treinador.”

Gustavo Bueno

“Também recebemos pedido do Gustavo Buuno para deixar o cargo de Executivo de Futebol. Já faz alguns anos que está neste cargo, já estava quando assumi como presidente no ano passado, é criado aqui, tem um amor e carinho muito grande pela Ponte, e tenho certeza que buscou fazer o melhor pela Ponte. Ninguém sai de casa pensando em fazer mal a uma instituição como a Ponte, mas às vezes erra-se tentando acertar. O Gustavo se colocou como co-responsável pelo momento pelo qual a Ponte está passando e entendeu que devia colocar o cargo à disposição da Diretoria, e nós aceitamos.”

Lutando pelo acesso até o fim

“Nós não jogamos a toalha, continuamos acreditando que a Ponte está na disputa. A tabela ainda permite e sabemos que a sequência de jogos não é fácil, mas acreditamos, sim, e enquanto a matemática permitir a Ponte vai continuar disputando e lutando para voltar à elite do futebol brasileiro, que é onde ela merece estar.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS