Volante que usa a cabeça, Dawhan afirma: “Temos dois jogos em casa e fazendo seis pontos daremos um salto muito grande dentro da competição, aqui não passa pela cabeça de ninguém outro resultado que não seja vitória”

Foto: ÁlvaroJr

Com 1m77 de altura, o volante Dawhan sabe como usar a cabeça: dos quatro gols que que já anotou com a camisa alvinegra, três são frutos de bons cabeceios.  Dawhan também sabe que a Ponte Preta tem nesta semana dois importantes desafios no Majestoso – na terça contra o Sampaio Corrêa e na sexta contra o Paraná – e que para a Macaca os resultados de ambos têm de ser positivos.

“A gente sabe da importância dos dois jogos: fazendo seis pontos em casa, daremos um salto muito grande dentro da competição e aqui não passa pela cabeça de ninguém outro resultado que não seja vitória. Jogamos no Majestoso, temos que fazer os pontos. Estamos a quatro pontos do G4 e temos confrontos diretos, então nos cabe fazer nossa parte em casa e buscar vitórias fora. Podemos, sim, subir, independentemente de termos oscilado: não importa como começa, mas como acaba”, pontua.

Contra o Sampaio

Dawhan fala sobre o que espera da partida desta noite de terça. “O Sampaio vem bem na competição, deu uma boa arrancada, mas série B é totalmente nivelada.  Também temos condições de dar uma arrancada. Sei que será um jogo super-difícil, mas temos que estar focados, concentrados para fazer uma boa partida e sair com os três pontos”, afirma.

Se tiver chance, inclusive, o atleta quer balançar mais uma vez as redes. Aliás, a respeito dos cabeceios certeiros, ele revela o segredo. “Pratico muito no treino e às vezes, quando acaba o treinamento, sou um dos muitos que fica depois para aperfeiçoar as jogadas. Sou grato a Deus pelos gols e espero continuar sempre ajudando minha equipe, para no final conseguirmos nosso objetivo traçado para o ano, que é  acesso”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS