Técnico Marcelo Oliveira destaca: “Não há tempo de lamentação, temos que reagir”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A derrota para o CSA ontem deixou a Ponte há quatro pontos do G4 e, na terça-feira (1º), a Macaca enfrentará no Majestoso o terceiro colocado, Sampaio Correa, em um jogo de seis pontos: vencer significa segurar um dos integrantes do pelotão de frente e simultaneamente se reaproximar do topo da tabela. Por essa razão, o técnico Marcelo Oliveira enfatiza: não há tempo para ficar chorando sobre o leite derramado.

“Lamentamos o resultado em função das circunstâncias do jogo: saímos na frente, tivemos outras oportunidades e não fechamos o jogo, mas não há tempo de lamentação: temos que reagir. O fator casa precisa ser preponderante, precisamos nos  impor e buscar o resultado”, destaca o treinador pontepretano.

Ele ressalta que não é momento para pessimismos, pois a possibilidade de acesso da Ponte permanece real. “O campeonato está em aberto, muito confuso e a pontuação muito próxima ali. Agora temos dois jogos em casa e é preciso e necessário que a gente faça o nosso melhor e busque bons resultados”, diz o técnico, referindo-se ao fato que, depois do Sampaio, a Macaca irá enfrentar o Paraná já na sexta (4) – ambos os jogos estão marcados para às 21h30.

Análise de jogo

Sobre a partida de ontem, Oliveira faz uma rápida análise. “O CSA é o melhor mandante do campeonato, saem muito com a bola. Se você pressionar e eles fugirem com a bola, ganham espaço para cá, então a estratégia era para esperar um pouco mesmo, fazer os contra-ataques, e fizemos isso muito bem. Saímos na frente, controlamos o primeiro tempo e até dez minutos do segundo tempo nós tivemos pelo menos três oportunidades de matar o jogo. E isso não foi possível em função da grande atuação do goleiro, que fez defesas espetaculares, e quando a bola ia entrando, o zagueiro conseguiu recuperar”, diz.

Ele acrescenta: “A questão é que o adversário também tem suas qualidades, não à toa que é o melhor mandante, e ele foi para cima e não conseguiu fazer o gol com jogadas construídas, conseguiu fazer o gol de dois rebotes de boa parada. Não tivemos, talvez, a atenção ou felicidade necessária para interceptar.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS