Ponte treina em Alagoas e Camilo enfatiza: “Contra o CSA é jogo de seis pontos, temos que entrar leves, rápidos e marcando firme pra levar uma vitória a Campinas”

Foto:PontePress/ThiagoToledo

A Ponte Preta treinou nesta sexta-feira (27) em Alagoas, no CT do CRB, de olho no confronto deste sábado contra o CSA, pela 24ª rodada do Brasileiro da série B. O meia Camilo reforça a importância do confronto de amanhã, destacando que a Macaca precisa ser eficiente dentro de campo.

“É um jogo de seis pontos. O CSA cresceu muito com novo treinador e temos que entrar leves, rápidos e marcando  muito. Estamos estudando bastante o adversário, para fazer grande jogo e levar pontos pra Campinas”,diz o camisa 10, prometendo muita dedicação em campo.

Aliás, neste quesito é impossível questionar o atleta, que tem mostrado serviço tanto defensiva quanto ofensivamente. Na partida contra o Oeste, ele disputou oito confrontos com bola no chão e levou a melhor em seis, ganhou duas bolas aéreas, conseguiu dois desarmes e seis passes decisivos – sendo que neste quesito, o dos passes, teve  85% de acerto nos que fez durante o jogo.

“Venho crescendo em desempenho, No primeiro turno tive jogos participando bem,mas agora a forma física melhorou muito e quero sempre ser participativo, para ajudar a equipe em todos os setores. Mas espero evoluir anda mais, não me dou por satisfeito com o atual momento”, afirma.

Por sinal, completa o jogador, ajudar na defesa é obrigação de todos. “É uma exigência minha, pessoal, e o treinador também pede para a gente ajudar a equipe também na parte defensiva. O futebol de hoje precisa que todos os atletas assim, é um fator fundamental para ajudar a equipe dentro de campo”, enfatiza.

Camilo também faz uma rápida avaliação sobre o momento da Macaca. “No segundo turno os jogos são muito difíceis, bem brigados, sem placares elásticos, então as oportunidades que surgirem a gente tem que aproveitar. Acho positivo não estarmos tomando gol, isso dá mais confiança, mas queremos voltar a ser um time agressivo e ter melhor performance de um jogo pra outro. O último resultado, nesse aspecto, foi bom porque quando vem vitória a confiança aumenta, tira peso dos ombros dos atletas,faz jogar mais solto, mais leve. A gente busca isso pra não oscilar tanto e ficar sempre próximo do G4, para entrar nele assim que possível e não sair mais”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS