No primeiro jogo do returno, Macaca sai atrás, mas conquista o empate em Minas e dorme no G4

Mourão Panda / América

A Ponte Preta saiu atrás, mas lutou muito e conquistou o empate contra o América-MG, com gol de Guilherme Pato, no primeiro jogo do returno do Campeonato Brasileiro da série B. Com o resultado, a Macaca dorme no G4, com 31 pontos, e torce para que o Juventude seja superado amanhã contra Juventude, e para que o Sampaio Corre não vença o Vitória.  A Macaca volta a campo às 16 horas da próxima sexta-feira (13), no Majestoso, contra o Brasil de Pelotas.

O jogo

A partida começou com os donos da casa pressionando e dando trabalho à defesa pontepretana. A primeira boa chance da Macaca foi só aos dez minutos, com o estreante Ruan Ruan Renato pegando uma boa bola de frente para o gol e mandando com força, mas a zaga oponente evitou o gol e mandou ao escanteio.

Aos 16, porém, o América achou um gol de cabeça, sem chance de defesa para Ygor Vinhas. Aos 21, João Paulo conduziu boa bola no ataque e pasou para Apodi, mas a bola saiu muito forte e acabou indo pela linha de fundo.

Aos 29, Após boa roubada bola de Oyama no meio, a bola chegou a Bruno Rodrigues, que mandou bola colocada, mas ela acaba saindo. Na sequência, Apodi  fez lance em rapidez e chegou ao fundo do campo, cruzando para a área, mas o goleiro adversário interceptou o lance.

Com uma marcação perdigueira, o América-MG impedia as jogadas da Macaca, que seguia tentando criar. Aos 43, quase saiu o empate. Apodi saiu em velocidade, cruzou e Dahwan mergulhou de cabeça, balançando as redes pelo lado de fora. Aos 45, o América marcou o gol…usando o braço. O juiz chegou a marcar, mas anulou.

No segundo tempo, Marcelo Oliveira voltou com Camilo e Pato no lugar de Barreto e Oyama.  Aos seis minutos, Pato teve boa chance e ganho escanteio. Na cobrança. A Macaca eve boa chance de cabeça, mas a arbitragem marcou impedimento de Bruno Rodrigues, de maneira equivocada.

Aos oito, boa jogada de rapidez com Pato. A bola chegou a Camilo que, de longe, mandou uma bomba para o gol, mas o goleiro pegou. Na sequência, Pato teve chance, mas a bola subiu demais. Aos 14, Orobó foi travado na hora da finalização. Cinco minutos depois, Ygor fez bela defesa em dois tempos.

Aos 23, Camilo foi empurrado dentro da área adversária, mas o juiz entendeu que o lance foi normal. Mais ofensiva, a Ponte seguia atacando, mas o América marcava com precisão. Aos 31, saiu o gol de empate. Zanocelo fez lançamento para Bruno Rodrigues. O atacante-garçon enxergou Guilherme Pato em boa posição e passou para o colega, em sua sétima assistência para gol do ano, e Pato que não perdoou. O jogo seguiu aberto e a Ponte tentava a virada, mas aos 50 o juiz apitou o final do jogo sem que ninguém mais mexesse no placar. 1 a 1.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas, Apodi, Luizão (Welligton Carvalho), Ruan Renato e Guilherme Lazaroni; Barreto (Camilo), Dawhan, Luis Oyama (Pato) e João Paulo (Zanocelo); Bruno Rodrigues e Tigo Orobó. Técnico: Marcelo Oliveira.

América-MG:  . Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias (Joseph), Anderson Jesus e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Geovane (Alê); Ademir (Neto Berola), Rodolfo (Léo Passos) e Felipe Azevedo (Marcelo Toscano). Técnico: Lisca.

Gols: Geovane, aos 16 do primeiro tempo; Guilherme Pato, aos 31 do segundo.

Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão apitou, com Cristhian Passos Sorence e Cleriston Clay Barreto Rios como assistentes. O quarto árbitro foi Ronei Cândido Alves.

Cartões amarelos: Dawhan (Ponte); Lisca (técnico do América-MG)

Cartão vermelho: Lisca (técnico do América-MG)

Partida válida pela 20ª rodada da série B, realizada no Estádio Independência, sem público (nem renda) em decorrência da pandemia

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS