Ponte perde por 2 a 1 para o líder e vai buscar a reabilitação contra o Náutico, na segunda (12)

Foto: Assessoria de Comunicação do Cuiabá

A Ponte Preta foi superada pelo líder Cuiabá na noite desta sexta (9), por 2 a q, e irá buscar a reabilitação  às 20 horas da segunda-feira (12), contra o Náutico, na casa do adversário. O gol alvinegro foi marcado pelo zagueiro Luizão. Com o resultado, a Macaca ainda está no G4, na quarta posição, mas pode sair do grupo dos quatro primeiros dependendo dos demais resultados da rodada.

O jogo

A Ponte começou o jogo levando pressão do líder, mas marcando bem. A Macaca teve a primeira chance aos 10, quando Apodi disparou para o ataque. Próximo a área, o lateral acabou se enroscando com o defensor adversário e o juiz deu falta de ataque. Aos 14, Moisés teve boa chance em lance de ataque, mas acabou prendendo um pouco demais a bola na área adversária e foi desarmado.

Aos 15, quase saiu o gol alvinegro. Moisés invadiu a área e passou para João Paulo, que cortou o marcador e chutou tirando tinta da trave do goleiro cuiabano.  Três minutos depois,  João Paulo levantou na área após o escanteio e Alisson cabeceou para o gol, mas o camisa 1 cuiabano pegou.

Pouco depois, Moisés recebeu a bola perto ao gol e chutou na entrada da área, mas acabou travado pela zaga oponente. Aos 25, porém, o Cuiabá chegou ao gol em jogada rápida, sem chance para Ivan.

Aos 35, Bruno Rodrigues aproveitou falta cobrada na área adversária e sobiu mais que a defesa adversária, cabeceando para o gol, mas a bola saiu à direita do gol.  Aos 36, ataque do Cuiabá que terminou em excelente defesa do camisa 1 alvinegro. Aos 41, em lance de rapidez, Moisés fez a bola chegar a Matheus Peixoto, que chegou ao fundo do campo e chutou ao gol, mas a bola saiu.  Aos 44, Bruno Rodrigues chegou em velocidade, mas foi travado na hora do chute.

No segundo tempo, a Macaca voltou com Bruno Reis no lugar de Oyama e logo aos dois minutos João Paulo teve boa chance, mas a arbitragem marcou impedimento, de maneira equivocada. NA sequência, a Macaca teve nova boa chance e mais uma vez o juiz marcou erroneamente outro impedimento.

Aos 12, porém, mais uma vez foi o adversário quem balançou as redes, ampliando para 2 a 0. Aos 20, blitz da Ponte na área adversária. João Paulo ficou com a sobra de escanteio, bateu para o gol e a bola explodiu na defesa do Cuiabá.  Luizão pegou a sobra e a defesa tirou em cima.

Mas aos 21, o zagueiro goleador da Macaca não perdoou. Apodi cruzou e  a bola passou por toda a defesa do Cuiabá e Luizão, que estava bem colocado na segunda trave, finalizou com estilo para o fundo das redes. 2 a 1. Aos 42, quase o empate: Camilo cobrou escanteio, a zaga afastou e Guilherme Pato pegou de frente para o gol, mandando uma bomba que o arqueiro oponente espalmou para fora.

Aos 46, nova boa chance da Macaca, mas o árbitro marcou impedimento. Aos 48, em nova chance pontepretana, Luizão chutou forte e a bola desviou para escanteio. A Mac ainda teve uma última chance no minuto final, em chute de Apodi que o goleiro defendeu.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ivan; Apodi, Alisson, Luizão e Guilherme Lazaroni; Dawhan (Camilo), Luís Oyama (Bruno Reis) e João Paulo; Moisés (Guilherme Pato), Matheus Peixoto e Bruno Rodrigues (Luan Dias). Técnico: Marcelo Oliveira.

Cuiabá: João Carlos; Hayner, Ednei, Anderson Conceição e  Romário; Luiz Gustavo, Matheus Barbosa e Elvis (Ferrugem); Yago (Lucas Ramon), Elton (Jenison) e Felipe Marques (Maxwell). Técnico:  Marcelo Chamusca.

Gols: Felipe Marques, aos 25 do primeiro tempo; no segundo, Felipe Marques aos 12, Luizão aos 21.

Arbitragem: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro apitou, com Flávio Gomes Barroca e Francisco de Assis da Hora  como assistentes.

Cartões amarelos: Luiz Gustavo (Cuiabá); Lazaroni (Ponte)

Jogo disputado na Arena Pantanal, sem público (nem renda) por causa da pandemia.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS