Com gol contra que teve “assistência” de Ivan, Ponte vence o Botafogo no Majestoso e dorme no terceiro lugar da série B

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Se no jogo passado a Ponte Preta perdeu por um gol contra causado por uma infelicidade, na noite desta sexta (4) quem venceu com um gol marcado por um atleta contra o próprio patrimônio – que teve a “assistência” do goleiro Ivan –  foi a Macaca. Aos 46, o camisa 1 goleiro deu um chutão que chegou à área do Botafogo e o adversário Gilson tentou recuar e acabou cabeceando e pegando o goleiro Darley desprevenido.

Com o resultado, a equipe do técnico João Brigatti chegou aos 14 pontos e dorme na terceira posição da tabela, a três pontos do Paraná, e espera a conclusão da rodada- na segunda-feira –  para saber em que posição terminará nesta oitava rodada. A Ponte Preta agora terá pela primeira vez um intervalo de mais de dois dias entre partidas e volta a campo apenas às 19h15 da próxima sexta (11), contra o Avaí, na casa do adversário.

O jogo

A Macaca saiu com a bola e rapidamente chegou ao campo de defesa do adversário, com e e Moisés chutando de longe, mas a bola saiu. No lance seguinte, Ivan defendeu um lançamento do adversário de maneira curiosa, de peixinho, usando a cabeça. Nos minutos iniciais, os dois times apostavam no passe, mas sem jogadas mais agudas.

Aos 13, Matheus Peixoto foi parado por falta pelo adversário. Aos 15, em chegada pela esquerda, Apodi mandou para Moisés, mas o atacante foi travado. Na sequência, a arbitragem marcou impedimento do ataque alvinegro. Aos 18, Neto Moura mandou na área, mas o goleiro adversário saiu do gol e afastou.

Aos 27, o oponente teve lance um pouco mais perigoso, mas finalizou por cima do gol de Ivan. Aos 30, Pato brigou pela bola na direita do ataque da Ponte, acabou perdendo a bola, mas, sem desistir, recuperou e tentou cruzar, mas a defesa jogou a bola pela lateral.

Aos 35, Pato passou para Moisés, que mandou o cruzamento pelo alto, mas a defesa adversária cortou mandando para escanteio. Na cobrança, Lazaroni acabou pegando a sobra e cruzou para Luizão subir e cabecear no gol, mas o camisa 1 oponente fez defesa segura.aos 41, Dahwan fez belo passe para Pato no ataque, mas o arqueiro do Botafogo conseguiu se antecipar e ficar com ela.

Na sequência foi a vez de Ivan se adiantar e interromper o ataque adversário. Com três minutos a mais, acrescidos pelo juiz, a Ponte teve uma boa chance aos 46, com cruzamento de Apodi para Matheus Peixoto cabecear rente à trave, assustando o goleiro Darley. A primeira etapa terminou aos 48, sem ninguém balançar as redes.

No segundo tempo, já no comecinho, Ivan manou velo lançamento para Apodi, que mandou para a frente, mas o lance foi interrompido  e a bola acabou saindo pela lateral. Na sequência, aos três minutos, o Botafogo veio para cima, mas Welington Carvalho afastou o perigo e, na sequência, o oponente chutou a bola para fora.

Aos cinco, em contrataque, Moisés ficou no mano a mano com defensor adversário, mas não conseguiu finalizar. Na  sequência, Ivan defendeu chute forte do adversário.  Brigatti tirou Oyama e Netro Moura, colocando Bruno Reis e Yuri, e o time começou a tocar mais a bola, buscando abrir espaços e chegar ao gol. Aos 12, Moisés teve chance, mas foi desarmado e reclamou de falta.

O Botafogo se fechava, na expectativa de agir apenas nos contrataques, e a Ponte tocava a bola tentando chamar o oponente e encontrar por onde chegar ao gol. Brigatti colocou  Bruno Rodrigues em campo, no lugar de Moisés, buscando mais mobilidade. Aos 21, Dahwan passou para Matheus Peixoto, a zaga cortou, mas Yuri recuperou e mandou para a área – a defesa interrompeu o lance e mandou para escanteio.

Aos 25, Apodi levantou na área do Botafogo pela esquerda, para Matheus Peixoto, mas o atacante não alcançou a bola. Aos 28, quase um golaço no Majestoso. Matheus Peixoto pegou bola de primeira e mandou uma bomba para o gol adversário, mas o camisa 1 adversário espalmou para escanteio, no reflexo. Na cobrança, Wellington Carvalho cabeceou na área, mas a bola passou por cima.

Aos 30,  Apodi cruzou na área, mas a defesa visitanteconseguiu tirar. Aos 38, Osman – que acabara de entrar – fez bom lance de ataque, mas foi parado com falta. Yuri cobrou na direção de Luizão, mas a defesa mandou para escanteio. Na cobrança, Bruno Rodrigues cabeceou, mas a bola saiu por cima do gol.

Aos 40, Maheus Peixoto recebeu pase, viu abertura da marcação e mandou um petardo, de longe, quase marcando. A bola bateu na rede pelo lado de fora.O gol da Ponte aos 46 minutos, indiretamente dos pés de Ivan. O goleiro deu um belo chute que atravessou o campo e morreu na área do Botafogo. Gilson tentou recuar de cabeça e pegou o goleiro Darley desprevenido. Ponte 1 x 0 Botafogo.

Na sequencia, o time adversário tentou chegar ao gol da Ponte e Luizão parou o lance com falta. Porém,. Gilson, autor do gol, deu um tapa na cara de Wellington Carvalho e a confusão se formou. Luizão acabou levando amarelo – o terceiro dele, que não joga contra o Avaí – e o juiz expulsou Darnley e Edson Jr.   A Ponte ainda teve uma chance aos 52, em contra-ataque, mas no minuto seguinte o árbitro apitou o final de jogo com a vitória alvinegra por a 1 a 0.

Ficha técnica

Ponte Preta: Ivan; Apodi (Darnley), Wellington Carvalho, Luizão e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Luís Oyama (Bruno Reis) e Neto Moura (Yuri); Guilherme Pato (Osman), Matheus Peixoto e Moisés (Bruno Rodrigues). Técnico: João Brigatti.

Botafogo-SP: Darley, Valdemir (Ferreira), Robson, Jordan e Gilson; Elicarlos (Walison Maia), Victor Bolt (Dodô), Naldo (Edson Jr) e Luketa; Wellington Tanque e Rafinha (Gabriel  Calabres). Técnico: Claudinei Oliveira.

Gol: Gilson (contra), aos 46 do segundo tempo.

Arbitragem: Thiago Luis Scarascati apitou, com Fabrini Bevilaqua Costa e Leandro Matos Feitosa como assistentes. Quarto árbitro: Ilbert Estevam da Silva

Cartões amarelos: Val, Victor Bolt (Botafogo); Matheus Peixoto, Luizão  e Wellington Carvalho (Ponte)

Cartões vermelhos: Edson Jr (Botafogo), Darnley (Ponte)

Jogo realizado no Majestoso, sem público (nem renda) em virtude da pandemia.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS