Após terceira vitória seguida, Ponte se volta mais uma vez para a série B e Brigatti ressalta: “A gente volta ao Brasileiro com muito foco em busca de mais três pontos contra o Sampaio Corrêa”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta conquistou ontem (25) a terceira vitória seguida em um espaço de uma semana – foram duas pelo Campeonato Brasileiro mais a que garantiu a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil. Agora, o time do técnico João Brigatti volta mais uma vez as atenções para a série B, na qual está a um ponto do G4 e se prepara para enfrentar o Sampaio Corrêa, na casa do adversário, já às 21 horas de sábado (29). E, no que depender da Comissão Técnica e do elenco, a ideiaé dar continuidade à sequência de conquistas.

“Já viramos a chave. Agora a gente volta para o Brasileiro, com muito foco, até porque nós precisamos do resultado, pois no início da competição vacilamos um pouco e queremos continuar subindo na tabela. Sabemos da dificulda contra o Sampaio Correa e, depois, frente ao Paraná na sequência, em Curitiba. Mas nosso elenco está preparado e fechado no sentido de ir muito longe na competição e buscar o acesso, que é nosso objetivo”, pontua Brigatti.

Não se brinca com coisa séria

Questionado sobre a opção em colocar o time titular contra o Afogados na tarde de terça, o treinador não titubeia. “Num campeonato como a Copa do Brasil a gente corria o risco de ser eliminado numa fase tão decisiva e não se brinca com coisa séria”, diz, lembrando que a equipe de Pernambuco tirou o Atlético-MG da competição, e acrescenta: “Respeitamos o Afogados colocando o time que consideramos titular, até por entendermos que a competição é fundamental pelo lado financeiro para a instituição e também para a questão da visibilidade.”

Sobre o fato de ter perdido o meia Camilo, que sentiu dores na coxa esquerda e retorna para Campinas nesta quarta (26), para realização de exames, Brigatti pondera sobre a situação. “A gente sabia que corria o risco não só com ele como com todos os outros atletas, pois enfrentamos uma série de dificuldades com logística, gramado pesado, um calor absurdo. Mas foi um risco que a gente optou em correr, pois jamais poderíamos patinar contra o Afogados. Agora é tentar recuperar o Camilo para ele voltar a nos ajudar o mais rápido possível”, afirma.

Evolução do time e estreia de Pato

João Brigatti destaca estar vendo uma Macaca em crescimento, o que é muito positivo. “A equipe está toda de parabéns. Nós sabíamos que o time teria essa evolução que está se consolidando agora. Falta tempo para ajustes, treinos, mas temos trabalhado bastante e esperamos manter essa sequência de vitórias. Essa sequência cansa o corpo, mas o mental fica tranquilo trabalhando em cima de vitórias”, enfatiza.

O treinador conclui falando sobre a presença ontem de Alisson – que substituiu Luizão, zagueiro que não pode atuar pela Copa do Brasil, mas que deve retornar ao elenco para os jogos contra Sampaio e Paraná – e a estreia de Guilherme Pato, que chamou a atenção da mídia e da torcida.

“O Alisson não jogava há algum e foi bem, correspondeu às expectativas.Já o Pato mostrou o potencial que tem. Ficamos felizes porque ter um coletivo como o que temos é mais importante, precisamos ter esse elenco forte para superar as adversidades que surgem nessa  temporada que é longa e com jogos em sequência”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS