Ponte treina de olho no Mirassol e Bruno Rodrigues, autor do primeiro gol na vitória contra o Novorizontinho, ressalta que time vai lutar até o fim para vencer no domingo

Foto: PontePress/LuizGuilhermeMartins

A Ponte Preta segue treinando firme, de olho no jogo contra o Mirassol no próximo domingo, à 16 horas. Com os resultados do complemento da rodada ontem (23) – com vitória do Botafogo, empate do Água Santa e derrota do Oeste – a Macaca está na terceira colocação do grupo A, mas voltou a ocupar a zona de rebaixamento, agora à frente do próprio Oeste. Assim, para garantir a manutenção na série A1 do Paulistão, a Ponte pensa apenas em vencer o confronto do final de semana.

“ A primeira parte do objetivo foi cumprida e agora vamos em busca de mais uma vitória para conseguirmos ficar na A1 e até, quem sabe,  conseguirmos a classificação à próxima fase do Paulistão. Nada para Deus é impossível e nós devemos lutar até o fim: voltamos ao campeonato em busca dos seis pontos em dois jogos e vamos fazer o máximo para conseguir. Sabemos que  domingo é um jogo difícil, mas o  foco da equipe é em conquistar uma nova vitória”, destaca Bruno Rodrigues, autor do primeiro dos dois gols da Macaca contra o Novorizontino.

O gol do atleta, por sinal, foi o primeiro anotado no torneio após a volta da paralisação. “Foi uma sensação maravilhosa voltar aos gramados com um gol. Eu sei o quanto trabalhei e me dediquei pra voltar em forma nos jogos oficiais da Ponte Preta. Até nos momentos mais difíceis eu estava me dedicando aos trabalhos em casa, realizando atividades físicas quase todos os dias. Então esse gol teve um sabor de dedicação, de dever cumprido. Estou muito feliz com a atuação da equipe e com o resultado que conquistamos, mas sei que ainda temos mais um desafio pela frente”, diz.

Dos 14 jogos oficiais disputados pela Ponte Preta em 2020, Bruno Rodrigues entrou em campo em 13 – em nove foi titular. Além de dois gols anotados até o momento, o atacante é o vice-líder em assistências do time, com três passes para os companheiros marcarem. De acordo com ele, o trabalho realizado no período de paralisação do futebol foi fundamental para o bom retorno aos gramados.

“Não senti dificuldade na parte física na quarta-feira porque trabalhei muito para voltar bem. Me dediquei em diminuir o peso durante a quarentena e hoje me sinto muito bem. Desde que cheguei na Ponte venho lutando pelo meu lugar no elenco, para ser importante para o time. Acho que minha atuação mostra que o trabalho vem sendo bem feito. A equipe voltou muito bem, mostramos muita raça e dedicação não vai faltar na sequência da temporada”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS