Tiãozinho ressalta que Ponte tem foco total em vencer os próximos dois jogos pelo Paulistão; partida contra o Novorizontino pode não ocorrer em Campinas

Foto: PontePress/RogérioCapella

Em reunião do ConselhoTécnico  realizada nesta segunda-feira (9 ) entre a Federação Paulista de Futebol (FPF) e os clubes do Paulistão 2020, a FPF comunicou que Regulamento Específico da Competição – que será retomada no dia 20 de julho –  será mantido, com adequações em relação às datas das partidas, de registro e de inscrição de atletas. Deste modo, foi definido que a data-limite para o registro de jogadores será 20 de julho e a inscrição para a competição, 21 de julho. Contudo, não poderão inscritos por nenhuma equipe atletas que já disputaram o Paulista deste ano por outras equipes.

“A Ponte Preta mantém a posição que demonstrou durante todo o período de paralisação, ou seja, que aguardaríamos a retomada do Paulista para jogar com afinco e vencermos os dois jogos que faltam, saindo assim da posição incômoda em que nos encontramos. Todo o nosso foco e esforço está nisso: o time sabe da responsabilidade que tem e vamos lutar com todas as nossas forças para vencermos o Novorizontino e o Mirassol e quem sabe até nos classificar para a próxima fase”, diz o presidente Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, que no final desta tarde estará em reunião com a Comissão Técnica para explicar mais detalhadamente o que foi definido na reunião de hoje e alinhar as atividades dos próximos dias.

Jogadores

De acordo com a adequação no regulamento, no caso da Ponte Preta poderiam ser inscritos apenas os atacantes Osman e Moisés (este último chegará a Campinas apenas em 20 de julho). Além deles, a princípio o elenco disponível para os dois jogos restantes da primeira fase seria o mesmo de antes da parada, com exceção de Roger (o camisa nove tem dois jogos de suspensão a cumprir em virtude de cartão). Além disso, o zagueiro Alison também tem um jogo de suspensão para cumprir.

Local indefinido

Tiãozinho ressalta que ainda não estão definidas as datas de cada partida e, mais que isso, os próprios locais onde elas ocorrerão. “A princípio irá se aguardar a proximidade do jogo para ver se a cidad  sede pode receber ou não o jogo em virtude da fase da pandemia em que se encontra. No caso de Campinas, que está hoje na vermelha, caso isso não mude a partida contra o Novorizontino não poderá ocorrer aqui”, diz.

Quando uma situação como essa ocorrer em qualquer cidade de mando, explica o presidente, a Federação oferecerá opções para os dois times envolvidos em cada partida e a própria FPF irá assumir custos de deslocamento e outros. “Contudo, ainda haverá novas conversas sobre este tema”, diz.

Confira a íntegra da nota da FPF

São Paulo, 9 de julho de 2020

A Federação Paulista de Futebol e os Clubes do Campeonato Paulista Série A1 – 2020 realizaram novo Conselho Técnico, por meio de videoconferência, nesta quinta-feira. A partir da autorização concedida pelo Governo do Estado de São Paulo para que a competição seja retomada no dia 22 de julho, os clubes decidiram:

• Conforme determinado pelo Governo do Estado, as partidas restantes do Campeonato Paulista serão realizadas apenas nas cidades que estarão na fase amarela do plano de enfrentamento do Coronavírus ou autorizadas pelo Centro de Contingência da Covid-19. Com a constante atualização das cores das regiões, os locais e horários das partidas serão definidos nos próximos dias e comunicados oficialmente;

• A Federação Paulista de Futebol irá custear o transporte e hospedagem dos clubes que não puderem atuar em suas sedes, se assim for solicitado pelas agremiações;

 • O Regulamento Específico da Competição será mantido. Diante da paralisação do Campeonato por mais de três meses, se fez necessária apenas uma adequação nas datas das partidas, de registro e de inscrição de atletas. Deste modo, foi definido que a data-limite para o registro de jogadores será 20 de julho e a inscrição para a competição, 21 de julho. Segue mantida também a possibilidade de troca de 4 atletas antes das quartas de final, conforme previsto no REC;

• A FPF já enviou ofício ao Ministério da Cidadania e à Secretaria de Esportes informando que não haverá qualquer alteração no Regulamento Específico da Competição e tratando sobre a adequação dos prazos de registro e inscrição;

• Como as partidas serão realizadas sem público, os clubes e a FPF farão uma ampla divulgação para evitar aglomeração de torcedores no entorno dos estádios, respeitando as regras de isolamento social preconizadas pelas autoridades de saúde;

• Apenas o Botafogo Futebol SA divergiu solicitando adiamento do reinício da competição e contra a adequação de datas de registro e inscrição de atletas, o que o presidente do Conselho de Administração do Botafogo SA, Adalberto Baptista, chamou de “mudança de regulamento”. Ambos os pleitos foram rejeitados pelos 15 demais clubes.

Participantes da Videoconferência:

 Reinaldo Carneiro Bastos – Presidente FPF,
Fernando Enes Solleiro – Vice-Presidente FPF,
Mauro Silva – Vice-Presidente FPF,
Luis Antonio Martinez Vidal – Vice-Presidente FPF,
Deputado Delegado Olim — Presidente do TJD-SP,
Gustavo Delbin – Vice-Presidente de Registro, Transferências e Licenciamentos FPF,
Mislaine Scarelli – Vice-Presidente de Gestão Corporativa FPF,
Emerson Piovesan – VicePresidente de Finanças FPF,
Moisés Cohen – Presidente do Comitê Médico FPF,
Fernando Mello – Vice-Presidente de Comunicação e Marketing FPF,
Bernardo Itri – Diretor de Comunicação FPF,
Cristina Abreu – Diretora de Competições FPF,
Ana Paula Oliveira – Presidente da Comissão Estatual de Arbitragem FPF,
Ednilson Corona – Membro da Comissão Estadual de Arbitragem FPF,
Aline Pellegrino – Diretora de Futebol Feminino FPF,
Renato Almeida – Diretor de Integração com Atletas,
Cel. Isidro Suita Martinez – VicePresidente de Relações Externas,
Maurício Fragata – Gerente de Marketing FPF,
Andréa Franco – Coordenadora de Arrecadação da FPF,
Caio Medauar – Ouvidor FPF,
Lúcio Blanco – Consultor de Eventos Esportivos FPF,
André Sica – Membro Comissão de Assuntos Jurídicos,
Cristiano Caús – Membro Comissão de Assuntos Jurídicos,
Lucas D´Andrea Balistiero – Presidente da AA Internacional de Limeira,
Enrico Ambrogini – CEO da AA Internacional de Limeira,
Sebastião Moreira Arcanjo – Presidente da AA Ponte Preta,
Gerson Engrácia Garcia – Presidente do Botafogo Futebol S/A,
Adalberto Panzenboeck Dellape Baptista – Presidente do Conselho de Administração do Botafogo Futebol S/A,
Paulo Sirqueira Korek Farias – Presidente do EC Água Santa,
Sidney Gerson Riquetto – Presidente do EC Santo André,
Carlos Alberto Salmazo – Presidente da Ferroviária Futebol S/A,
Genilson da Rocha Santos – Presidente do Grêmio Novorizontino,
Ricardo Miguel Moisés – Presidente do Guarani FC,
Paulo Silvestri – Gestor do Ituano FC,
Edson Antônio Ermenegildo – Presidente do Mirassol FC,
Ernesto Francisco Garcia – Presidente do Oeste FC,
Thiago Roberto Scuro – Presidente do Red Bull Bragantino,
José Carlos Peres – Presidente do Santos FC,
Carlos Augusto de Barros e Silva – Presidente do São Paulo FC,
Alexandre Pássaro – Gerente Executivo de Futebol do São Paulo FC,
Maurício Precivalle Galiotte – Presidente do SE Palmeiras,
Andrés Navarro Sanchez – Presidente do SC Corinthians Pta,
Duilio Monteiro Alves – Diretor Futebol Profissional do SC Corinthians Pta,
Dr. Guilherme Tavares Martorelli – Representante SAPESP,
Aurélio Sant’anna Martins – Presidente SAFESP;
Emílio Miranda – Presidente SITREFESP, Dr. Paulo Feuz – Advogado do SINDBOL

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS