Zagueiro Rayan enfatiza: “A partir de agora, meu objetivo de vida é acordar todo dia para colocar a Ponte na série A”

Recém-chegado à Ponte Preta, o zagueiro Rayan não titubeia ao falar sobre o que quer para o ano de 2020. “A expectativa que eu tenho, sempre quando chego, é o ápice e ser o melhor. Então a minha expectativa é colocar a Ponte na elite, não tem outro pensamento. A partir de agora, meu objetivo de vida é acordar todo dia para colocar a Ponte na série A”, enfatiza.

Para o defensor, focar no acesso vai além da obrigação profissional. “A gente não pode, com a grandeza da Ponte, pensar em outra coisa, em ficar no meio da tabela ou ali perto do acesso. Nós temos que pensar no grande e prometo que vou me dedicar ao máximo para poder trazer isso”, afirma.

O status da alvinegra, por sinal, pesou na decisão do jogador em vestir o manto sagrado. “A história da Ponte e a grandeza que ela tem me fizeram aceitar a proposta de vir para cá.  Vai ser o lugar com maior expressão e com maior história que eu vou já joguei até hoje na minha carreira. Sei que vai ser muito para mim e eu quero que seja muito bom para a Ponte também. Eu quero poder dar o título que ela tanta almeja e o acesso que ela tanto almeja”, destaca.

Ambidestro, Rayan conta que atua mais pela esquerda do campo, mas também pode jogar pela direita se for necessário. “Há algumas coisas que eu prefiro fazer com a perna esquerda e outras, com direita. A condução de bola eu prefiro com a destra, toque mais curto é com a canhota, com a direita eu faço passe mais longo… é bem misturado. Mas em relação à preferência de lado, eu não tenho. Na minha carreira, acabei jogando mais pela direita, mas  também jogo pela esquerda, não tenho nem posso ter muita preferência.”

Independentemente do lado, o xerifão é conhecido por entrar firme e cobrar os companheiros sempre. “Em relação a essa questão da liderança, os caras até falam que eu sou um pouco chato, né? Eu acabo falando e cobrando muito. Mas ali atrás, se a gente não cobra, o pepino vem para nós. É claro que pode deixar a marcação só para alguns setores, mas o pessoal da defesa  tem que ser bem firme nisso e até por questão tática você cobra um posicionamento e alguma questão do jogo mesmo”, conclui.

Confira abaixo o bate-papo que Rayan teve com a torcida na manhã deste domingo (21), naPonTV:

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS