Integração à distância: em tempos de Covid-19, Base promove teleconferências entre jovens atletas, futebol profissional e pais

Todo mundo tem que ficar isolado, mas ninguém precisa ficar sozinho. Mesmo em tempos de quarentena por causa do Coronavírus (Covid-19), graças à tecnologia a Ponte Preta está conseguindo manter a integração – e a interação – com os jovens atletas da Base. Nas últimas duas semanas,  por exemplo, os garotos do SUB17 tiveram conversas tanto com integrantes do Futebol Profissional quanto um bate-papo mais amplo, com a participação dos próprios pais, com coordenador, pedagoga e psicóloga.

“Uma das videoconferências que fizemos foi muito interessante para eles, que falaram com o treinador João Brigatti, o coordenador Fabinho Moreno, o auxiliar técnico Bazílio Amaral e o preparador físico Guiga Gomes. Os quatro reforçaram que os garotos precisam desempenhar ao máximo durante a pandemia, se manterem em forma, para que estejam fortes e preparados pra quando vier a retomada do futebol”, conta Rodrigo Silva, coordenador administrativo da Base.

Para incentivar os meninos do Juvenil neste sentido, Brigatti e companhia sinalizaram com  um tremendo incentivo.  “Eles ressaltaram que as oportunidades estarão abertas para as equipes do SUB20 e 17 ajudarem no profissional quando as atividades recomeçarem “, conta Silva.

Pais e mestres

Já na semana passada, o destaque ficou para uma teleconferência com pais e mães de atletas dos SUBs 14, 15 e 17. “É um momento difícil e essa aproximação com a instituição é importante. Conversamos sobre as rotinas que eles estão tendo nesse momento, trabalho, saúde, como está sendo enfrentar a pandemia. A pedagoga Poliana Thomaz e a psicóloga Danielle Coelho estavam presentes e a foi um diálogo bacana”, conta Silva.

Também nesta conversa o clube informou às famílias tudo o que está sendo feito para uma possível retomada de atividades e o que se sabe no momento sobre o futuro das competições. “Ainda há muitas indefinições, mas até para que eles possam se sentir mais seguros em relação ao futuro dos filhos é importante que ouçam da instituição as informações e possam tirar quaisquer dúvidas que tenham”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS