Ponte contra fome: em ação conjunta com as torcidas organizadas, Macaca distribui três toneladas à população carente em quatro bairros; veja o vídeo da PonTV

 

Dar comida a quem tem fome. Nunca este tipo de ação solidária foi tão fundamental quanto nos tempos atuais, de isolamento social e pandemia do coronavírus, quando milhares de pessoas perderam o emprego ou não têm como sair de casa. Para ajudar um pouco nessa hora de aperto, Ponte Preta e torcidas organizadas se uniram e conseguiram arrecadar (e comprar) cerca de três toneladas de alimentos, que foram doadas à população carente de quatro bairros de Campinas na manhã deste sábado.

 

“Em toda sua história de 120 anos, a Ponte Preta sempre buscou dar a Campinas um pouco do muito que a cidade dá ao time. Nossa torcida é solidária e continuamente fazemos ações buscando auxiliar a quem precisa, por isso não poderíamos deixar de ajudar em um momento como este”, pontua o presidente pontepretano Sebastião Arcanjo.

 

 

Gorilão solidário

 

A bordo do Gorilão, voluntários da Macaca e das torcidas Jovem, Ponte Chopp e Ser Ponte foram ao Jardim São Fernando,  Vila Brandina, Gleba B e Comunidade Nelson Mandela – as famílias de cada localidade já haviam sido cadastradas previamente  para receberem as doações e orientadas para estarem presentes nos locais de distribuição com máscaras e mantendo as regras de proteção contra a infecção viral.

 

 

“É um trabalho maravilhoso. Eles vieram suprir a necessidade e a fome de vários moradores que não conseguiram ainda o auxílio emergencial, ainda está em análise. Graças a pessoas como eles estamos conseguindo ficar de pé”, diz, emocionada, Thamires Batista, coordenadora ocupação Nelson Mandela.

 

Moisés Alves, integrante da liderança da comunidade da Vila Brandina, endossa as palavras de Thamires. “A  comunidade tá se cuidando, é uma fase difícil, mas vai passar. A gente fica muito agradecido e lisonjeado com programas como esse da Ponte, para não deixar a comunidade carente e desprotegida. São necessitados e num momento como esses precisamos nos unir pra nos ajudar”, destaca.

 

 

Muito mais que futebol

 

Entre os voluntários que fizeram a entrega estava – levando uma dose extra de alegria para a população vulnerável –  o Gorila que anima os jogos da Ponte Preta, devidamente paramentado. O dançarino Jailson Negão, que dá vida ao personagem,  conta que ficou muito feliz em poder participar da ação, que considera crucial nestes tempos de qurentena.

 

“ Acho muito importante esse tipo de iniciativa. Parte destas pessoas que recebeu os alimentos frequenta o nosso estádio, está passando por uma situação complexa. É muito difícil faltar um alimento em casa e poder ajudar nestas horas… Isso mostra que a Ponte é muito mais do que futebol”, conclui.

 

 

Mais ações

 

A  Ponte Preta acredita que só a solidariedade é capaz de vencer esse momento tão difícil vivido por todo o planeta, e tem promovido uma série de ações para tentar minimizar os impactos da pandemia. Mesmo antes dos números de óbitos e infecções crescerem exponencialmente no Brasil, o clube já havia disponibilizado suas estruturas para atender à pasta municipal de Saúde – e também à pasta social, oferecendo abrigo a famílias vulneráveis e à população sem-teto.

 

 

 Em parceria com o Hemocentro Unicamp, a Macaca divulgou uma campanha de doação de sangue que ajudou a encher os estoques da cidade, levando esperança para muitos torcedores pontepretanos e cidadãos campineiros. Além disso, tem auxiliado o grupo Mulheres do Brasil a arrecadar alimentos, álcool em gel, máscaras de proteção e produtos de higiene e limpeza para a comunidade do Recanto dos Dourados, bem como promovido campanha de arrecadação diária de alimentos com as torcidas organizadas.

Jogadores, integrantes da comissão técnica, dirigentes e funcionários também já fizeram –  e continuam fazendo – de maneira individual ou com amigos ações de doação de alimentos, máscaras e álcool gel. Numa das mais recentes, por exemplo, o lateral Jeferson doou 130 cestas básicas, 100 máscaras e doces a crianças do Distrito do Campo Grande.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS