Nota de pesar: Manoel Eduardo “Duda” Porto, filho do ex-presidente Olímpio Dias Porto

A Ponte Preta registra, com pesar, o falecimento de Manuel Eduardo Porto, torcedor alvinegro filho de do ex-presidente pontepretano Olímpio Dias Porto – que teve duas  gestões frente ao clube (em 1926 e em 1951/1952)  e que, junto com José Cantúsio e Moisés Lucarelli, formou o chamado Trio de Ouro, que doou para a Ponte o terreno onde foi construído o Majestoso. Duda Porto, como era mais conhecido, estava com 87 anos e faleceu no último dia 21. Ele  também era sobrinho de Pedro Pinheiro, pontepretano que dá nome ao Salão Nobre do Majestoso.

“Ele sempre foi ligado ao esporte. Nasceu na Ponte Preta, pois o meu avô, Olimpio Dias Porto, foi um dos fundadores da Ponte e o levou ao campo desde pequeninho. Começou no dente de leite e infantil da Ponte, seu coração sempre preto e branco,  seguiu depois no futebol de salão, basquete e natação, ganhando campeonatos e medalhas inclusive como técnico no Tênis Clube”, conta o filho de Duda, Marcelo Porto.

Ele ressalta que o pai, que era funcionário público aposentado, deixará muita saudade. “Ele foi amigo dos amigos ajudou todos que precisavam dele. Foi também um grande contador de causos. Sei que vai deixar muita saudade em todos que conheceram Duda Porto no esporte e fora dele. Nós, seus filhos, o guardaremos sempre no coração, simplesmente por ser nosso pai”, conclui.

 


Acima, Duda Porto no colo da avó, nos idos de 1935: pontepretano desde o berço

 

Acima, foto do Trio de Ouro, com o pai de Duda, Olímpio, à direita

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS