Em razão da pandemia de Coronavírus, Ponte Preta concedeu férias ao elenco e funcionários, e determinou redução de até 25% em salários

Foto:PontePress

Seguindo orientação da Comissão Nacional de Clubes (CNC), a Ponte Preta concedeu férias aos jogadores do elenco e profissionais do futebol profissional e de categorias de Base, de 1º a 20 de abril deste ano, podendo haver prorrogação.  “A medida foi tomada diante da suspensão das competições por tempo indeterminado, determinada pelos órgãos públicos e pelas entidades que administram o futebol, em razão da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) e de decretação de calamidade pública em território nacional.  A Ponte Preta também concedeu férias, desde 1º de abril, para a maioria dos seus funcionários. Serão mantidos apenas alguns serviços essenciais, como a segurança e a portaria do estádio”, diz o presidente pontepretano Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho.

Além disso, em reuniões realizadas com atletas, comissão e funcionários (sempre por teleconferência ou atendendo medidas de segurança), a Ponte Preta, jogadores, profissionais do futebol e colaboradores trataram dos impactos gerados pela pandemia, situação excepcional nunca antes vivenciada, que irá ensejar – caso o cenário não seja alterado – na inevitável aplicação de redutor de até 25% dos vencimentos.

Neste sentido, a Diretoria Executiva também determinou aos Departamentos de Recursos Humanos e Jurídico que realizem estudos para a possível aplicação das medidas anunciadas. Recomendou ainda que se encontrem mecanismos de modo a não penalizar excessivamente aqueles de menores vencimentos – de modo que tais medidas causem menor impacto possível nestas pessoas. As medidas serão extensivas a demais fornecedores e prestadores de serviço, e esse conjunto de ações poderá ser atualizado, mantido ou alterado em função do desenvolvimento da crise e do caso fático concreto.

 Tiãozinho acrescenta que, no próximo dia 7, está marcada uma teleconferência entre a CBF e todos os clubes da série A e B na qual mais será tratado sobre o futuro das competições, contrato de atletas s e outros temas pertinentes. “Também estamos avaliando todas as medidas governamentais que estão sendo tomadas em relação às relações trabalhistas, para que tudo seja feito de maneira transparente e embasada”, conclui.

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS