Ponte Preta goleia Afogados por 3 a 0 e leva vantagem para o segundo jogo da decisão da vaga à quarta fase da Copa do Brasil

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta não deu chance para o adversário nesta noite e venceu por 3 a 0 a primeira das duas batalhas contra o Afogados-PE. O placar garante uma boa vantagem ao time alvinegro para a segunda partida, uma vez que o que conta é a soma dos resultados, ou seja, a Ponte entra em campo no próximo dia 19 ganhando por 3 a 0 e pode explorar esta vantagem para conquistar a vaga para a quarta fase da Copa do Brasil. Agora, porém, o time vai mudar a chave para o dérbi campineiro, marcado para a próxima segunda-feira (16).

O jogo

Os minutos iniciais da partida foram mais estudados, mas aos cinco a Macaca já teve a primeira chance, com Jeferson cobrando lateral na área para Roger, que tentou bater, mas a defesa adversária acabou afastando. A Ponte passou a sufocar e a Coruja se mantinha no campo de defesa. Aos 12, Roger recebeu passe no meio da defesa do Afogados, mas Serra se antecipou e fez o desarme .

Aos 14, João Paulo dominou e mandou para Jeferson, ele cruzou para a área, mas a jogada não foi concluída. Dois minutos depois, Jeferson fez novo cruzamento e defesa rebateu. O lateral alvinegro pegou o rebote, mas sofreu falta na entrada da área. No cobrança, Lazaroni mandou sobre a barreira, mas o goleiro Wallef defendeu.

Aos 18, quase saiu o primeiro. Roger tabelou com Jeferson, que bateu na entrada da área e a bola passou muito perto do gol adversário. Aos 29, Jeferson, que estava em noite  inspirada, recebeu entrando na área e bateu forte no canto esquerdo de Wallef, mas a bola não entrou. A Ponte continuava pressionando, mas o gol ainda não saía. Aos 33, João Paulo recebeu o passe, carregou a bola e arriscou de fora da área. O goleiro adversário defendeu e mandou a bola para escanteio.

Aos 37 saiu o primeiro. Após passe de Safira, Jeferson desceu livre pela direita e cruzou com força para Roger, que estava livre para marcar. Heverton se jogou para bloquear e acabou mandando contra o próprio patrimônio. Ponte 1 x 0 Afogados.

Aos 40, quase saiu o segundo. João Paulo dominou e mandou de fora da área. A bola desviou e por pouco não enganou o goleiro Wallef, que mandou para escanteio. Aos 42, Safira recebeu bom passe na área, entrou livre e chutou para o gol, para defesa difícil do camisa 1 adversário.  Aos 47, o juiz apitou o fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, logo aos quatro, Lazaroni recebeu passe pela esquerda, tentou entrar na área e foi derrubado por Candinho. Pênalti para a Macaca. Roger cobrou no canto direito e Wallef defendeu com as pernas. O time de Pernambuco, porém, nem teve tempo de comemorar, pois em jogada rápida aos sete, Safira passou para Roger na área, o camisa 9 ganhou do marcador e tocou rasteiro por baixo de Wallef, para balançar as redes. Ponte 2 x 0 Afogados.

A Ponte queria mais e, aos 9, Lazaroni cobrou escanteio na área e Roger desviou de cabeça, mas o goleiro segurou. Aos 16, a torcida levantou no estádio: Roger recebeu ótimo passe na entrada da área, entrou livre e chutou. A bola bateu por fora das redes e muita gente chegou a comemorar como gol.

Aos 20 saiu o terceiro. Em escanteio cobrado na primeira trave, Bruno Reis dominou e girou com propriedade, batendo no rasteiro no canto para ampliar. 3 a 0. Aos 28, João Paulo desceu livre, de cara com o camisa 1 oponente que furou na hora de afastar, mas a arbitragem marcou impedimento.

Aos 33, Brigatti colocou Papa Faye no lugar de João Paulo e o senegalês mostrou muita vontade, carregando bem a bola para o campo adversário e até ensaiando uma bicicleta. Aos 4, João Veras, que também entrou no segundo tempo, fez boa jogada e acabou derrubado no campo adversário com falta. Aos 45, por pouco não saiu o quarto. Zanocelo cruzou na área para Trevisan desviar de cabeça, mandando com tudo no travessão.

Aos 48, Danrley roubou bola do adversário, armou o chute e mandou forte, mas por cima do gol. No minuto final a Macaca ainda teve uma última chance. Papa Faye recebeu passe e tentou o chute. A bola acabou sobrando para Roger, que foi travado pela defesa. Final de jogo: Ponte Preta 3 x 0 Afogados-PE.

Ficha de jogo

Ponte Preta: Ivan, Jeferson (Danrley), Alisson, Henrique Trevisan e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Bruno Reis, Vinícius Zanocelo e João Paulo (Papa Faye); Alisson Safira (João Veras) e Roger. Técnico: João Brigatti.

Afogados:  Wallef, Jader (Luciano Grafite), Matheus Serra e Heverton; Thalison, Diego Teles, Douglas Bomba e Eduardo Erê (Erivelton); Rodrigo, Candinho (Nem) e Diego Ceará. Técnico: Pedro Manta. 

Gols: No primeiro tempo,  Heverton (contra), ao tentar interromper lançamento de Jeferson;  Roger aos sete e Bruno Reis aos 20 do segundo tempo.

Arbitragem: Alexandre Vargas Tavares de Jesus apitou, com Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Diogo Carvalho Silva como assistentes. O quarto árbitro foi Thiago Luis Scarascati e o analista de campo, Marcelo Rogério .

Cartões amarelos: Bruno Reis, Dahwan (Ponte Preta)

Publico Total – 3237

Publico Pagante – 3057

Publica Não Pagante – 180

Renda – R$ 61.775,00

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS