Ponte perde por 2 a 1 e agora vira a chave para enfrentar o Afogados-PE pela Copa do Brasil antes do dérbi

Foto: PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta perdeu o jogo na noite desta segunda (9) para o Bragantino, por 2 a 1 – o atacante Safira anotou o gol da Macaca. O resultado faz com que a Ponte continue no terceiro lugar do grupo, a três pontos do Água Santa, porém com os demais jogos da rodada a equipe de João Brigatti agora está na zona de rebaixamento, na penúltima posição, com o mesmo número de pontos do Oeste (sete) e um abaixo do Botafogo.

Contudo, o time agora volta a atenção para a Copa do Brasil, na qual joga pela terceira fase na noite de quinta-feira (12), pela Copa do Brasil. Só depois volta o pensamento mais uma vez para o Campeonato Paulista, no qual irá disputar o dérbi campineiro na segunda-feira da próxima semana.

O jogo

A Macaca começou indo para cima e já no primeiro minuto Roger teve boa chance, recebendo lançamento de Bruno Rodrigues, porém a bola pegou muita velocidade e o goleiro  Júlio César chegou primeiro e ficou com a bola. Na sequência, João Paulo mandou para Roger na área, mais uma vez, mas a defesa adversária conseguiu bloquear o lance.

Os dois times marcavam muito no início de partida, dificultando a criação das jogadas. Aos 13, em novo lance de ataque alvinegro, Roger chutou contra o gol, mas a defesa oponente tirou. Aos 15, lance de perigo real da Macaca: Bruno Rodrigues recebeu perto da linha de fundo e tocou rasteiro para o centro da área. Ligger leva a melhor na disputa com Roger e impediu o atacante, que caiu na área, de chutar para o gol.O camisa 9 reclamou de pênalti, mas o árbitro não viu penalidade.

Aos 18, João Paulo cobrou falta na lateral, direto para o gol, e o goleiro Julio César socou para escanteio. Aos 20, em nova cobrança de falta, Lazaroni lançou a bola na área e, após rebatida da defesa do Bragantino, Felipe Saraiva chutou forte, mas a bola saiu por cima do gol. A Ponte buscava mais chances, mas era constantemente parada com faltas.  Aos 30, Lazaroni fez cruzamento fechado na área, e Luan Cândido manda para escanteio.

Aos 34, Ivan fez bela defesa em chute forte de Matheus Jesus. O camisa 1 defendeu com a ponta dos dedos na bola e a bola lambeu a trave e saiu para escanteio. Aos 38, por muito pouco a Ponte não abriu o placar. Bruno Reis chutou rasteiro, de fora da área, e a bola passou raspando a trave. Aos 45, Bruno Rodrigues lançou para Saraiva, que foi parado por falta. Lazaroni cobrou direto para o gol e Júlio César fez a defesa. Fim a etapa inicial, 0 a 0.

No segundo tempo, o jogo começou mais truncado. Aos nove, porém, o Bragantino achou o gol. Morato, na esquerda, cruzou rasteiro e Ytalo deu um carrinho, desviando a bola para o gol, sem chance para Ivan. Aos 22, João Paulo mandou bem para Jeferson, que cruzou para a área, mas o o goleiro oponente segurou. Na squência, Bruno Rodrigues chutou de fora da área, mas a bola foi para fora.

Aos 24, Roger recebeu na entrada da área, girou e bateu. Júlio César fez a defesa, mas o juiz marcou impedimento. No minuto seguinte, Ytalo ampliou para o adversário, de cabeça. Bruno Rodrigues recebe lançamento no ataque, mas impedimento é marcado. Aos 27, Bruno Rodrigues recebeu lançamento no ataque, mas o juiz marcou impedimento.

A Ponte continuava indo para cima, correndo atrás de um gol, e aos 30 Bruno Rodrigues cruzou na área, mas a defesa do Bragantino tirou antes que a bola chegasse para Roger. Aos 32, Roger recebeu a bola na área e, mesmo caindo, chutou forte para o gol, mas Júlio César fez milagre e defendeu com o pé direito.

Aos 35, foi Ivan quem fez defesa difíli. Matheus Jesus foi lançado no ataque, correu sozinho em direção à área e tocou na saída de Ivan. O camisa 1 se esticou e com o pé evitou o terceiro gol do Bragantino. Aos 43, a Ponte diminuiu, com golaço de Safira. Bruno Rodrigues levantou a bola na área, Roger não conseguiu o cabeceio, mas a bola sobra para Safira. Ele dominou, girou e bateu firme no fundo das redes do adversário.

Aos 48, o Bragantino parou ataque da Macaca com falta. Bruno Rodrigues bateu e a bola foi desviada para escanteio. Na cobrança, Ivan – que saiu da área para tentar o gol – cabeceou, mas a bola acabou sendo jogada para o campo de defesa alvinegra. Final de jogo: Bragantino 2 x 1 Ponte Preta.

Ficha de jogo

Ponte Preta: Ivan, Danrley, Alisson, Trevisan e Lazaroni; Dawhan (Safira), Bruno Reis (Zanocelo)  e João Paulo; Bruno Rodrigues, Roger e Felipe Saraiva (Jeferson). Técnico: João Brigatti.

Bragantino Red Bull: Júlio César, Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Luan Cândido (Pedro Narezzi); Barreto, Matheus Jesus e Vitinho (Thonny Anderson); Artur (Weverton) , Ytalo e Morato. Técnico: Felipe Conceição.

Gols: todos saíram no segundo tempo – Ytalo aos nove e aos 25; Safira aos 42.

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira apitou a partida, com Danilo Ricardo Simon Manis e : Marco Antônio de Andrade Motta Júnior como assistentes. João Vitor Gobi foi o quarto árbitro. O avaliador de campo foi Ednilson Corona.

Cartões amarelos: Matheus Jesus, Aderlan, Barreto (Bragantino) , Lazaroni (Ponte Preta).

Público pagante: 3081

Público não-pagante: 282

Público total: 3363

Renda: R$ 59.285,00

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS