Uma noite para vencer: sob o comando de Brigatti, Ponte enfrenta o Vila Nova às 21h30, em busca de vaga na próxima fase da Copa do Brasil

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta entra em campo às 21h30 desta quinta-feira (27) com um único objetivo: vencer o Vila Nova-GO para seguir em frente da Copa do Brasil. Na noite de hoje não existe nenhum critério de vantagem e, por esta razão, o time do técnico João Brigatti tem que vencer – no tempo regulamentar ou nas penalidades – se quiser enfrentar na próxima fase o Afogados-PE, que ontem eliminou o AtléticoMG nos pênaltis.

“Vencer é nossa obrigação sempre e esta é uma grande oportunidade para restaurar a confiança, ainda mais dentro de casa ao lado do nosso torcedor”, diz o atacante Felipe Saraiva, que deve atuar no time titular logo mais no Majestoso. O jogador, que jê um dos únicos remanescentes do time da Ponte treinado por Brigatti como interino, em 2018, sabe também do peso financeiro da vitória para a equipe.

Até o momento, a Copa do Brasil já rendeu R$ 1,1 milhão aos cofres de Ponte Preta e Vila Nova. Quem avançar hoje vai receber mais R$ 1,5 milhão. “Como artletas, porém, a gente tem que pensar primeiro no resultado positivo. Primeiro é vencer, a parte financeira é consequência.  É uma situação que vai ajudar a equipe, os jogadores e principalmente a instituição”, diz.

A partida de logo mais marca a estreia de João Brigatti como treinador e, curiosamente, ela ocorrerá diante do mesmo adversário contra o qual se despediu do comando interino da Macaca no fim de agosto de 2018. Na ocasião, o jogo terminou empatado em 1 a 1. Hoje, porém, o foco ´pe vencer, já que o empate não basta para as pretensões alvinegras.

Brigatti não antecipa o time de logo mais, mas sinaliza com algumas mudanças em relação à equipe que empatou com a Ferroviária pelo Paulista, no último fim de semana.  Yuri poderá substituir Guilherme Lazaroni, enquanto Dawhan tende a assumir a lateral direita, posição na qual já atuou com sucesso por quinze rodadas na equipe que defendia no ano passado, o CSA. Se isso ocorrer, Brigatti deverá colocar outro atleta como volante no lugar de Dahwan e podeá colocar Apodi mais à frente do time.

Em mais uma peculiaridade do jogo desta quinta,  o Vila Nova também terá um novo comandante hoje, já que após a derrota da última sexta-feira para o Grêmio Anápolis (por 1 a 0), o clube demitiu Ariel Mamede e acertou com o técnico Bolívar.   Curiosamente, quando a Ponte enfrentou –e eliminou – o Novo Hamburgo na primeira fase da Copa do Brasil, aquela equipe também estava de técnico novo.

 A princípio, o Vila Nova não tem desfalques para logo mais. Contudo, o time goiano, que se classificou após eliminar o Galvez, tem outra preocupação imediata além da Copa do Brasil: ela  terá clássico contra o Goiás neste domingo, às 16 horas, no Serra Dourada.

Ingressos

Os ingressos para a partida desta noite são vendidos a partir de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) até os 15 minutos do segundo tempo, nas bilheterias do estádio. Quem não puder ir ao Majestoso tem como opção ouvir a partida pelas rádios esportivas de Campinas – em AM, FM e pela Internet – ou ainda via pay-per-view.

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS