Ygor Vinhas destaca que elenco trabalha para mudar a própria postura: “Temos que saber administrar vantagem, não recuar nem chamar o adversário para cima, desta forma teremos resultado positivo”

Foto:PontePress/LuizGuilhermeMartins

A Ponte Preta faz nesta manhã de sexta (7) o último treinamento antes de enfrentar o Palmeiras na noite de amanhã, no Majestoso, em jogo de torcida única no qual quer se reencontrar com a vitória. “É mais um grande jogo, de nível bastante elevado. Ambos os times vêm de derrota e estão pressionados para vencer. Acreditamos que fomos abaixo do que podemos no último jogo e temos que corrigir nossos erros para vencer”, pontua o goleiro Ygor.

O camisa 1 revela que o elenco está unido para mudar uma postura que todos entendem ser equivocada. “Viemos de uma sequência de jogos pesada na qual abrimos primeiro e recuamos. Infelizmente tivemos essa postura em alguns jogos, de maneira automática e isso está nos prejudicando, então estamos combatendo essa postura para não termos surpresas negativas. Precisamos saber administrar vantagem, não recuar e chamar o adversário para cima. Desta forma teremos resultados positivos”, afirma.

O arqueiro reforça o pensamento. “Saímos na frente os quatro jogos e aí fica comum a equipe adversária pressionar mais,  e a gente recua. Na maioria dos jogos conseguimos sofrer, infelizmente isso não aconteceu no último, mas faz parte, temos que levar como aprendizado, corrigir o que está errado para vencermos na noite de amanhã”, afirma.

Ele finaliza falando um pouco mais da peculiaridade do jogo deste fim de semana e sobre a grande atuação que teve na última partida em casa (quando a Macaca venceu o Corinthians). “Sabemos que é um jogo diferente, de grande repercussão, mas temos que ir tranqüilos para o campo. Particularmente, quando vou bem procuro não me empolga e quando vou mal não acho que é o fim do mundo, trabalho pra melhorar.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS